" /> Todos os caminhos levam a Roma - Agarre o Mundo

Todos os caminhos levam a Roma

escrito por Marina Yones

Sabia que todos os caminhos levavam a Roma no século I? Com cerca de 80 mil quilômetros de estradas de acesso a ela e estendendo-se aos que são hoje a Inglaterra e o Irã, a Cidade Eterna era o centro do mundo.

Com toda a certeza, Roma teve um grande papel na construção da humanidade. Sabe-se que a cultura romana influenciou a literatura, arquitetura e a história mundial.

A saber, muitas das leis atuais foram criadas pelos romanos e servem como base em diversas nações. Além disso, o latim foi criado na região e deu origem a outros idiomas, como o francês, o português, espanhol e ao italiano.

A capital da Itália, também é a maior cidade do país. Com cerca de 4 milhões de habitantes, Roma recebe mais de 9 milhões de visitantes por ano. Inegavelmente, em seus 2.773 anos de história, a cidade é um “parque de diversões” para admiradores da cultura, da arte e da religião.

Dona de ruínas antigas, mistura-se entre o passado e presente de uma forma surpreendente! De fato, Roma soube mesclar os tesouros valiosos de uma arquitetura ímpar e o clima religioso, com o charme de uma cidade cosmopolita.

Roma é cheia de passeios ao ar livre, ruas charmosas, belas praças, rodeada de sítios históricos, museus, além de uma gastronomia impecável e parques com muito verde.

Talvez a melhor definição para Roma, seja a do ator, diretor e cantor, Alberto Sordi: “Roma non è una città come le altre. È un grande museo, un salotto da attraversare in punta de piedi“, ou seja, “Roma não é uma cidade como as demais. É um grande museu, uma sala para cruzar na ponta dos pés”.

Desta vez, na série “Novos Olhares”, vamos conhecer Roma e nos encantarmos, sob a visão da bela Marina Yones.

Sobre Marina Yones

A bela Marina Yones - Brasileira que mora em Roma

Marina é paulista, casada com filho de italiano, e assim, possui dupla cidadania. Mãe de duas filhas, tem um neto, mas que moram em São Paulo.

Ela conta, que sempre teve o hábito de passar férias na Itália e após algum tempo, adquiriu um apartamento em Roma. Aos poucos, levou seus objetos pessoais para a Cidade Eterna e quando viu, estava morando lá. Assim, são onze anos na capital italiana.

Apaixonada por história e geografia, então, fez faculdade de História em Roma, além de outros cursos ligados à área.

Sempre gostou de fazer roteiros de passeios para os amigos que a visitavam em Roma. Assim, após sugestões destes amigos, se rendeu e começou a trabalhar com o turismo pela Itália.

O serviço de guia é feito por ela mesma, que acompanha os clientes em tour privativo com motorista, seja de carro, trem ou barco, férias ou congressos. O roteiro é elaborado de acordo com o perfil do turista.

Hoje possui clientes fiéis e uma página no Instagram, a @descobrindoaitalia. Atende turistas que desejam conhecer além de Roma, toda a Itália. Com 5 anos na área, sempre foi perfeccionista e ama seu trabalho.

Roma é sinônimo de:

Antes de tudo, Roma é o centro do mundo quando se refere a história da humanidade.

O que lhe levou a Roma?

Eu e minha família vínhamos como turista, pelo menos uma vez ao ano.

Como meu marido era filho de italianos, decidimos fazer a documentação de dupla nacionalidade, aluguei um apartamento e comecei a ficar mais tempo aqui.

Roma é uma cidade boa para se viver?

Então, Roma por ser a capital da Itália, é a sede do Parlamento Italiano, além de ser uma das cidades que mais recebe turistas no mundo. Por isso, Roma é “caótica” no que se refere ao volume de pessoas.

Afinal, a cidade acolhe turistas que caminham sozinhos, inúmeras excursões, próprios habitantes, além dos italianos que vem e vão de outras cidades. Dessa maneira, o trânsito é congestionado em muitas horas, mas depois das 20h, fica mais calmo.

Em relação à segurança, pode-se andar tranquilamente. Decerto a cidade é segura, mas como em todo lugar, podem ocorrer pequenos furtos de bolsas e carteiras com quem se distrai.

Sem dúvida, para morar em Roma você precisa amá-la com seus encantos e desencantos. Eu amo Roma, portanto, considero um bom local par viver.

Quando mudamos de cidade, costumamos estudar sobre suas características. Roma superou suas expectativas ou deixou a desejar?

Como já citei, não foi uma mudança planejada, vim aos poucos, trazendo minhas coisas de forma espaçada, portanto, fui conhecendo a cidade no dia a dia.

Certamente, morar é uma experiência diferenciada de quem viaja como turista, para qualquer lugar do mundo. Entretanto, em nenhum momento, me decepcionei com Roma. Iria embora, caso acontecesse.

Aliás, quando passei a morar, a novidade foi explorar e conhecer ainda mais a cidade e a cultura do italiano.

Qual a característica de Roma que mais lhe agrada?

Por certo, são muitas! Em primeiro lugar, o contraste do tempo com a arquitetura, que sempre cruza nossos caminhos.

Em segundo lugar, respirar cultura, além da dinâmica da cidade, que é sempre movimentada.

O que mais foi difícil para se adaptar em Roma?

A saber, o que me incomodou e incomoda, é a pouca receptividade dos italianos com os cidadãos estrangeiros que chegam para morar. De fato, isso é muito difícil, mas é o jeito deles, então, respeito e procuro a melhor convivência.

Contudo, deixo claro que esse comportamento dos italianos se refere aos imigrantes que chegam na Itália, que é diferente dos turistas. Aliás , eles adoram os turistas, principalmente os brasileiros, pois são bem alegres.

Para você, qual a característica mais marcante do italiano?

Sem dúvida, é um povo que trabalha para viver, ou seja, aproveitam todas as coisas boas da vida, pois sabem que a vida não se resume ao trabalho.

Quem à vai a Roma não pode deixar de…

Antes de mais nada, sentar em um bar/café e observar com calma todo movimento em volta. Além disso, caminhar muito e conhecer o Vaticano.

Seus amigos lhe visitarão, como organizaria um roteiro de 3 dias, para que eles aproveitassem ao máximo?

Primeiro dia: Começaria com o Coliseu, símbolo de grandeza e poder da Roma Antiga. Aliás, ele faz parte do Patrimônio da Unesco, sendo considerado uma das sete Maravilhas do Mundo Moderno.

Em seguida, sugeriria um Forum Imperial, um verdadeiro presente aos turistas, devido ao valor histórico.

Afinal, eles são os que “restaram” das praças feitas por imperadores romanos para honrar seus impérios.

Forum  Imperial

Então, seguiria para a Piazza Venezia com seus carros e motos circulando em todas as direções. Lá está o monumento Vittoriano, também batizado de “bolo de noiva” ou “máquina de escrever”.

Depois passaria pela Piazza Navona, onde está a Embaixada do Brasil e a Fontana dei Quattro Fiumi (Fonte dos Quatros Rios).

Piazza Navona é uma importante praça de Roma Foto: @descobrindoaitalia

Em seguida, levaria para a maior e mais bonita fonte de Roma, Fontana di Trevi, para que pudessem jogar moedas e fazer seus pedidos. A saber, anualmente são retirados cerca de 2,5 milhões de euros, que são entregues à Croce Rossa Italiana (Cruz Vermelha).

Então, à noite

Levaria para o Trastevere, um bairro boêmio, alegre e descontraído, cheio de cantinas, com suas toalhas de mesa xadrez, garrafões de vinhos nas mesas, ao som de canções típicas italianas.

Segundo dia: Em primeiro lugar, o Vaticano, e assim conhecer o menor país do mundo com seus Museus e Basílicas.

Em seguida, iria à Piazza Spagna para relaxar em suas escadarias com 135 degraus, decorada com vários terraços e jardins, que ficam repletos de flores da primavera ao verão.

À noite, passear por outras praças, próximas a Fontana di Trevi.

Terceiro dia: Para completar, algum Museu de acordo com a preferência e depois visitar algumas das 352 igrejas.

Pela tarde, um tempo livre para compras, mas à noite retornaria ao bairro Trastevere, que merece outras visitas.

O custo de vida em Roma é alto?

Sem dúvida, Roma é a cidade mais cara da Itália, tanto para morar, quanto para passear.

Comida nos move. Quais especialidades gastronômicas mais se destacam em Roma?

Por certo, a Pasta (massa) Cacio e Pepe (macarrão com queijo pecorino romano e pimenta preta) e a Carbonara, além do queijo pecorino romano, feito com leite de ovelhas, com sabor forte, aromático e intenso, usado em várias preparações.

Hoje é um dia mega especial, qual local levaria seus amigos para jantar?

A minha lista de restaurantes é bem selecionada, com locais que conheço pessoalmente, desde os mais simples aos mais sofisticados.

Assim, para um jantar especial, eu levaria para o Taverna Trilussa.

Um ou mais locais para um bom café da manhã e almoço?

Cada país tem seus hábitos. O café da manhã do italiano é chamado de “colazione”, representado por croissant e café. Portanto, para um melhor desjejum, sugiro o próprio hotel.

De fato, têm muitos cafés por Roma, mas famoso por servir café da manhã não existe, pois não é cultural.

No entanto, para almoço, sugiro o Ristorante Nino.

Algum local com refeição saborosa com o valor mais em conta?

De fato, em Roma existem muitos restaurantes. A saber, em 98% deles, terá a chance de comer bem, porque os italianos levam a sério, quando o assunto é “mangiare” (comer).

E isso também vale para os custos da refeição, tanto que em todos os restaurantes, existem cardápios na porta com os valores.

Mas como sugestão, o Ristorante 34, que fica no bairro Trastevere. Aliás, neste bairro, encontrará restaurantes para todos os bolsos.

Ristorante 34 é uma boa opção em Roma Foto: Ristorante 34

Qual a maior dificuldade para uma mãe que gostaria de visitar Roma com seus filhos pequenos?

Certamente, se ficar no Centro Histórico, terá dificuldades para se locomover de carro, pois existem horários para circulação de veículos e estacionamento.

Centro Histórico é uma boa de hospedagem em Roma

Roma tem tudo, portanto, essa seria a única dificuldade.

Mesmo que você não seja turista no momento, onde você sugere hospedagem?

Sem dúvida, o Centro Histórico! Como sugestão, o Hotel Rossi.

Que lugar você sugere para sair/badalar à noite?

O bairro Trastevere, pois como falei, é um bairro boêmio, onde existem muitas opções para diversão.

O boêmio e alegre bairro Trastevere em Roma Foto: @descobrindoaitalia

Quais os melhores locais para fazer compras em Roma?

Antes de mais nada, sugiro a Via del Corso, bem extensa e com localização central, onde o turista encontra roupas, acessórios, produtos de beleza, além de sorveterias e restaurantes.

Aliás, é onde estão as lojas das marcas boas e mais em conta da Europa, como H&M, Zara, Kiko Milano, Sephora, entre outras.

Entretanto, se você procura por marcas luxuosas, sugiro a região da Via Condotti, onde estão as famosas grifes como Giorgio Armani, Gucci, Mont Blanc, Bulgari, etc.

Indica algum bate e volta partindo de Roma?

Existe uma infinidade, como Assis, a cidade de São Francisco, Florença, Pisa, etc.

Assis, cidade de São Francisco

Existe algum ponto turístico que você não recomendaria?

Nenhuma restrição que me recorde, afinal, toda cidade de Roma é muito interessante e segura.

Sempre temos um lugar especial, que vamos com frequência, que nos alegra, seja um parque, um restaurante, um café, ou qualquer outro. Qual seu lugar especial?

Sem dúvida, o Parque Villa Borghese. Vou sempre que estou em Roma, de folga.

Aliás, comecei a frequentar quando minhas filhas eram pequenas e até hoje, elas sempre vão quando estão na cidade.

Que programas Roma oferece para crianças?

Parques, de uma maneira geral, pois tem várias opções de diversão, desde passeio de bicicleta até zoológico.

O que mais você sente falta do Brasil?

Em primeiro lugar, da minha família! Mas também de alguns amigos especiais, além da coxinha, brigadeiro, doce de leite, catupiry e picadinho.


E por aqui encerramos nosso tour por Roma

Você conhece Roma ou tem vontade de conhecer? Tem dicas para compartilhar com a gente e com outros leitores? Ah, sugestões e críticas também são bem-vindas!

Se você gostou do post, confira também as dicas de brasileiros que vivem em outras cidades como: Turquia, Orlando, Boston, Madrid e Vancouver.


Selamos pela qualidade da sua leitura

Optamos por manter o site limpo de propaganda, pois acreditamos na nossa missão de levar um conteúdo de qualidade e não seria justo com o leitor ter várias caixas de distrações. Entretanto, se você quiser colaborar com o site do Agarre o Mundo, pode organizar toda a sua viagem através dos nossos parceiros, e você não gastará nenhum real a mais por isso e ainda ganhará desconto em alguns serviços.

parceiros

Saiba que podemos lhe ajudar em toda a sua viagem, e ainda se desejar um roteiro para curtir sua viagem, sem nenhum trabalho para organizar, basta contactar com o Blog.

Montamos desde roteiro personalizado e exclusivo conforme o perfil do viajante, até uma viagem completa, incluindo restaurantes, dicas de compras, chip, etc.

Beijinhos e até mais



Marina Yones

Paulista

Veja também

Compartilhe


Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

VOLTAR AO TOPO
error: Content is protected !!