" /> O que você precisa saber para subir o Monte Fuji? - Agarre o Mundo

O que você precisa saber para subir o Monte Fuji?

escrito por Isabella Borrego

Hoje venho te contar o que você precisa saber para subir o Monte Fuji. Subir o Monte Fuji é uma experiência para vida toda. Acho que é possível subir, mas não acho que seja para qualquer um. Você precisa gostar e realmente estar com vontade e disposto a se aventurar.

Com 3.776 m, o Monte Fuji é o pico mais alto do Japão, além de ser mundialmente conhecido. E apesar de ser um vulcão ativo, sua última erupção foi em 1707. 

Ele está localizado entre Shizuoka e Yamanashi mas também é possível — em dias de céu limpo — avistar o monte de Yokohama e até mesmo, de Tóquio.

Por isso, nesse post eu vou te falar tudo o que você precisa saber para subir o Monte Fuji.

Quando subir o Monte Fuji?

A temporada de subidas até o topo do vulcão é entre julho e setembro. No ano de 2021, por exemplo, foi de 1º de julho até 10 de setembro. Dentro desse período você pode subir o dia e a hora que quiser, porém, tem alguns pontos a se considerar:

  • Em agosto tem um dos feriados mais esperados do Japão, o feriado de Obon (duração de uma semana, entre 6/08 a 15/08), e é uma das semanas mais cheias para subir o Fuji. Lembrando que aos finais de semana também é cheio;
  • A temporada de chuvas no Japão terminam no final de julho e dependendo do ano, vai até meados de agosto. Não esqueça de conferir a previsão do tempo;
  • Em setembro começa a temporada de tufões, então antes de subir, confira se algum tufão está se aproximando;
  • Evite subir em dias chuvosos e de ventos fortes. Não temos controle do clima, então pode ser perigoso para sua subida/descida;
  • Fique de olho nesse site para conferir a previsão diária na montanha;
  • E para acompanhar os status da subida e o site oficial das subidas no Monte Fuji, clique aqui;



Acesso e trilhas:

Existem 4 trilhas para chegar até o topo do Monte Fuji: a Yoshida (2.300 m), Fujinomiya (2.400 m), Subarashi (2.000 m) e a de Gotemba (1.450 m).

As trilhas Yoshida, Fujinomiya e Subarashi podem ser acessadas de ônibus a partir da 5ª estação. Já a trilha de Gotemba, todas as entradas que tem para ser acessadas por veículos, ficam fechadas durante a temporada de escalada. O acesso pela trilha de Gotemba se dá através das outras trilhas.

Ao total, são 10 estações para chegar no topo. A partir da 5ª estação, é onde o pessoal começa a subir. E nela é possível encontrar lojinhas, cafés e até mesmo loja com equipamentos básicos de trilha.

Como se preparar para subir o Monte Fuji?

Antes de tudo, se prepare fisicamente. Não significa que se você for uma pessoa sedentária, não conseguirá, mas será MUITO mais desafiador. Então eu recomendo que tenha um condicionamento físico mínimo para poder subir.

A minha maior dica é sair para correr o quanto conseguir, por pelo menos duas semanas antes da subida. Assim, a trilha da subida fica menos pesada. Qualquer atividade física já é um ponto a mais.

O que é essencial levar para a subida?

Saiba que a subida é longa, então quanto menos levar, mais leve e melhor, fica. Leve o essencial para que você não sinta falta de nada nessa caminhada.

Entenda que não é porque a temporada de subidas é no verão, que durante o percurso do monte estará quente. Pelo contrário, conforme você for subindo, mais frio vai ficando.

Equipamentos necessários para sua subida

Uma mochila confortável, sapatos/botas de trekking, capa de chuva ou jaqueta e calça a prova d’água, roupa de frio, roupa íntima de secagem rápida, lâmpada de cabeça, cerca de 2 litros de água, lanches fáceis para consumir, sacos para trazer lixo de volta, dinheiro trocado para contribuição no banheiro e para os carimbos do cajado, boné/chapéu, mapa, óculos de sol, protetor solar e bastões de caminhada.

Considere todos esses itens, o mínimo necessário para subir o Fuji.

Sobre a altitude do vulcão!!!

Importante: precisa saber para subir o Monte Fuji que, é possível ficar mal da altitude. Sentimentos de fadiga e apatia, dor de cabeça, tontura, falta de apetite, vômitos, podem ser comuns. Não digo que irá acontecer, mas é bom estar ciente.

Como a altitude é alta, existe a possibilidade da doença da altitude então respeite seu limite, suba devagar para não ficar com falta de ar e tenha atenção.

Fui em 2021 e vou subir novamente nesse ano de 2022. Animada para conquistar minha chegada no topo mais uma vez. E para você, que está lendo esse post e deseja subir em breve, boa sorte. A caminhada não é fácil, mas vale cada desafio. Será uma das melhores experiências de sua vida!

Isso é tudo o que você precisa saber para subir o Monte Fuji em uma vinda ao Japão! Boa subida!

Se você for viajar pelo Japão, verifique as passagens de trem e boa viagem.

Beijinho e até o próximo post 🙂

Se você deseja ler outros posts escritos pela Isa: Tóquio, fugindo da rota turística, Lugares em Tóquio para fãs de anime e mangá, O guia perfeito para conhecer as cerejeiras em Tóquio.




Colabore com o Agarre o Mundo

Gentileza, gera gentileza. Se você acredita que o nosso conteúdo foi de alguma maneira útil para você, uma forma de retribuir é utilizar os nossos links de parceiros afiliados na organização das suas viagens. Você não gastará nenhum real a mais por isso e ainda ganhará desconto em alguns serviços.

Parceiros Agarre o Mundo

Saiba que podemos lhe ajudar em toda a sua viagem, e ainda se desejar um roteiro para curtir sua viagem, sem nenhum trabalho para organizar, basta contactar com o Blog.

Montamos desde roteiro personalizado e exclusivo conforme o perfil do viajante, até uma viagem completa, incluindo restaurantes, dicas de compras, chip, etc.

Beijinhos e até mais



Isabella Borrego

Eu, Isa Borrego, vim para o Japão com o meu marido, que é descendente de japonês, para trabalharmos e viver por um tempo fora do Brasil. Tenho 24 anos (2021) e desde pequena, amo viajar, conhecer e descobrir lugares novos.

Veja também

Compartilhe


One thought on “O que você precisa saber para subir o Monte Fuji?

  1. Isa, mesmo sendo uma das colunistas do blog, não posso deixar de comentar, que amo os seus textos.
    A forma clara com que você escreve, sempre chego no final com uma vontade de “quero mais”.
    E sem falar que conhecer o Japão, através dos seus olhos, me faz a cada dia desejar mais conhecer este lugar lindo com uma cultura incrível.
    Beijinhos e gratidão.
    Kênia Miranda

Deixe uma resposta

VOLTAR AO TOPO
error: Content is protected !!