" /> Jericoacoara: um paraíso no meio das dunas - Agarre o Mundo

Jericoacoara: um paraíso no meio das dunas

escrito por Sandra Hupsel

A primeira vez que ouvi falar de Jericoacoara, ou Jeri, como é carinhosamente conhecida, foi em 2005 quando amigas paulistanas foram para lá após pular o carnaval em Salvador.

No entanto, nessa época eu não me interessei, até porque naquele tempo o acesso ao local era bem difícil, além de ter pouca estrutura.

Só depois de muito tempo, descobri o que Jericoacoara representa: um paraíso no meio das dunas.

E foi em 2016, em virtude de uma postagem de Jeri no Facebook, que meus olhos brilharam. Era a foto da Lagoa do Paraíso.

Centro da vila de Jericoacoara
Centro da vila de Jericoacoara

Sem dúvida, Jeri é aquele local que primeiro lhe encanta com as fotos e depois lhe deixa sem fôlego, quando você toca seus pés lá.

Fake news do bem?

Como sempre faço antes de visitar qualquer destino, fui pesquisar sobre a região.

E assim, descobri que o vilarejo de pescadores só chamou a atenção do mundo quando uma publicação do jornal Washington Post sobre praias exóticas e desconhecidas foi turbinada por uma revista nacional da época, a revista Visão.

Em outras palavras, o jornal citou Jericoacoara juntamente com outras praias, mas apesar do título da reportagem “As melhores praias do mundo estão chamando”, em nenhum momento existia ranking. Leia a matéria.

Ou seja, foi a revista brasileira que colocou Jeri entre as dez mais bonitas praias do mundo. A fama pegou, não há quem tire do seu currículo. Aliás, ainda não conheci ninguém que discordasse.

Mas infelizmente a lenda que colocou Jeri no topo e mostrou aos brasileiros o que o Brasil tem, também despertou o interesse do turismo de luxo pelos estrangeiros.

Bem, eu pude conhecer duas versões de Jericoacoara e digo que foi amor à primeira visita. Sem dúvida, Jeri é aquele lugar que todo mundo deve visitar uma vez na vida.

A minha primeira viagem a Jeri foi em 2016 e o clima rústico do local ainda era forte.

Entretanto, na segunda vez em 2019, vi algumas novidades que já estavam descaracterizando o local. Mas mesmo assim, Jeri ainda é uma das minhas queridinhas.

O turismo e as mudanças no paraíso

Ver o pôr do sol na Duna já não é a única opção, agora tem o terraço de um badalado Café e seu DJ. As deliciosas roskas de frutas locais deram lugar aos drinks sofisticados. As jangadas não estão mais só no mar, estão nas piscinas de luxuosos hotéis.

Ao mesmo tempo, as redes da lagoa do Paraíso já dividem espaço com as elegantes espreguiçadeiras e gazebos de um famoso restaurante, e para desfrutar desse luxo, não é barato…risos.

Turismo de luxo mudando a essência de Jericoacoara -Lagoa do Paraíso
Turismo de luxo mudando a essência de Jericoacoara – Lagoa do Paraíso

Bem como, o barulho predominante à noite, não é mais só do forró pé de serra e do mar. As baladas eletrônicas chegaram.

De fato, Jeri mudou muito em três anos. Agora tem aeroporto que traz voos de alguns lugares do Brasil e até do exterior, como Lisboa.

Da mesma forma, hotéis luxuosos e até mesmo um resort com diária que pode chegar a R$ 6.000,00 o casal, foram construídos entre as dunas.

No entanto, apesar do turismo de luxo só crescer, Jeri mantém o charme. Sendo assim, se seu objetivo é reenergizar, ter sombra e água fresca, lá ainda é um local perfeito.

Natureza, um espetáculo à parte em Jericoacoara

Você já viu em algum lugar do mundo uma amendoeira cujos frutos são chinelos tipo havaianas? Então, em Jeri tem!

Só em Jeri tem: amendoeira na vila cujos frutos são chinelos tipo havaianas
Só em Jeri tem: amendoeira na vila cujos frutos são chinelos tipo havaianas

O paraíso é composto por uma vila e uma praia principal. E assim como alguns destinos praianos, Jeri tem uma energia vibrante e até mesmo, curativa.

De fato, o contato com a natureza é intenso. A vila é habitada por diversos bichinhos (cães, gatos, lagartos, siris, sapos). Nada de trânsito e horários.

Dessa maneira, não estranhe se encontrar alguém usando cavalo, jegue ou charrete para se locomover.

Charretes, cavalos e jegues são também meios de transporte em  Jericoacoara

As ruas da vila são de areia, interligadas por becos recheados de lojas de artesanato, restaurantes e bares e cercadas por árvores.

A Rua Principal é o centro de Jericoacoara, a Rua São Francisco é o polo gastronômico mais em conta, a Rua das Dunas dá acesso à Duna do Pôr do Sol e a Rua do Forró, como o nome diz, é o principal lugar para curtir o forrozinho.

Beco do Forró na vila de Jericoacoara

O beco mais famoso é o Beco Doce com lojas, bares e restaurantes. Também existem o Beco do Forró e a Travessa Ismael que liga a Rua Principal a Rua do Forró.

Beco Doce na vila de Jericoacoara
Beco Doce na vila de Jericoacoara

Dentro da vila só carros autorizados circulam e mesmo assim, em horários estabelecidos.

Lua e estrelas iluminam à noite

A iluminação das ruas de Jeri é outro diferencial do lugar, já que não existem postes. Tudo isso para não ofuscar a luz da lua e das estrelas.

Em Jericoacoara não existem postes de iluminação
Em Jericoacoara não existem postes de iluminação

A fonte de energia é subterrânea e só está presente nas casas, nas pousadas/hotéis e em outros estabelecimentos comerciais.

Assim, a iluminação das ruas fica por conta do brilho das estrelas e da lua, então, imagine como é o céu de lá.

Luz da lua e das estrelas iluminam a noite em Jericoacoara

A telefonia móvel e a internet deixam a desejar em alguns locais. Desse modo, tudo em Jeri leva a gente esquecer do resto do mundo.

E se você não se incomoda, sugiro que fique descalço boa parte do tempo, que visite e revisite cada lugar, sem pressa, ao estilo deixa a vida me levar. A sensação de liberdade e paz são indescritíveis.

Praia e lagoa

Apesar de ser local praiano, na vila só existe uma praia e as lagoas são os destaques da região.

Praia da vila de Jericoacoara
Praia da vila de Jericoacoara

De fato, as águas limpas e com vários tons de cor das lagoas chamam atenção e são ideais para passar o dia com a família e crianças.

Aliás, Jericoacoara não tem contraindicação. Sendo assim, é recomendada para pessoas de todas as idades, gostos, classes sociais, casais apaixonados, família, solteiros, etc.

Só para exemplificar, minha mãe que hoje tem 74 anos já foi três vezes e segundo ela, irá novamete.

Em Jericoacoara a gente come, bebe, dança, canta e é feliz
Em Jericoacoara a gente come, bebe, dança, canta e é feliz

Essa é aquela viagem que ficará gravada na memória, pois suas paisagens lindas e encantadoras são inesquecíveis.

Em síntese, Jeri é um lugar para amar, sorrir, se divertir, dançar, cantar, comer e ser feliz.

Onde fica Jericoacoara?

Esse paraíso brasileiro pertence ao estado do Ceará e fica a 280 km de Fortaleza. Jeri é uma vila praiana que pertence ao município de Jijoca de Jericoacoara.

Jericoacoara fica no municìpio de Jijoca de Jericoacoara que faz parte do Ceará
J

E para ter acesso a vila é necessário pagar uma taxa turística por dia, mas o valor é pequeno.

O processo é prático e rápido. Pode ser feito via internet antes da viagem ou na chegada.

É importante lembrar que o comprovante deve ser guardado, pois é solicitado no momento da saída da vila. Essa taxa é utilizada para preservação do Parque Nacional de Jericoacoara.

Quando ir para Jericoacora?

Em Jericoacoara existem duas “altas temporadas”. A primeira começa no réveillon e segue janeiro afora, já que é o ápice do verão e o período de férias escolares.

Mês de janeiro em Jericoacoara
Mês de janeiro em Jericoacoara

As temperaturas variam entre 25 e 30 graus, mas podem chegar aos 35 graus. O vento diminui a sensação térmica e a gente até pensa que o sol não está queimando, mas queima, viu?

Com relação a chuva, é a partir de fevereiro que existe a real chance dela atrapalhar a viagem. Todavia, os meses mais chuvosos são março, abril e maio, nessa ordem segundo moradores.

No mês de fevereiro já chove em Jericoacoara
No mês de fevereiro já chove em Jericoacoara

Então, se for viajar em fevereiro, deixe algum dia vago no roteiro por conta dos possíveis imprevistos climáticos.

A segunda alta temporada, inicia em julho. É a época que as lagoas estão mais cheias, devido a temporada de chuva que antecede. No entanto, é o período mais seco e com mais vento.

Vale ressaltar que também é o período mais visitado pelos praticantes de windsurf e pelos “gringos”, portanto as pousadas e os restaurantes elevam seus preços.

Nem todo dia é dia de sol do Nordeste

Preste bem atenção ao escolher o período da viagem, pois é possível ter uma viagem prejudicada por causa das chuvas.

Portanto, caso você só possa viajar de março a junho, o ideal é escolher outro destino. De acordo com os moradores, chove muito e por dias seguidos.

No mês de janeiro podem ocorrer chuvas pontuais e rápidas em Jericoacoara
No mês janeiro podem ocorrer chuvas pontuais e rápidas em Jericoacoara

Ah, e não acredite naquela conversa que no Nordeste faz sol nos 365 dias do ano, pois moro na Bahia e aqui sempre chove em alguns meses, e às vezes, faz até um pouco de frio.

Minhas experiências? Nas duas vezes fui na segunda quinzena de janeiro e realmente choveu, contudo nada que atrapalhasse. Foram chuvas fortes, mas bem rápidas e apenas em um dos dias.

Como chegar em Jericoacoara?

O acesso local já foi bem difícil. Atualmente tem várias opções e para todos os bolsos. Mas deixo claro que até o momento é impossível usar só um meio de transporte para chegar a Jeri, talvez por isso o lugar seja tão mágico.

A maneira mais rápida

De avião para Jeri (Município de Santa Cruz): é a maneira mais rápida. Em 2017 foi inaugurado o aeroporto de Jericoacoara (Aeroporto Regional Comandante Ariston Pessoa), que na verdade fica no município de Santa Cruz.

De lá para Jijoca são 12 km e para Jericoacoara são 32 km. Mas os voos não são diários, tem poucos horários e a depender do local de partida e da época são bem caros. Do aeroporto até Jeri é necessário contratar um transfer privativo ou compartilhado ou um táxi.

A maneira mais tradicional

Do Aeroporto Internacional de Fortaleza e seguir o resto da rota de transfer privativo ou ônibus: era o caminho principal até o aeroporto de Jeri ser construído. De Fortaleza até Jeri o caminho é feito pela praia ou rodovia.

Aeroporto Internacional de Fortaleza é uma das opções para chegar a   Jericoacoara
Aeroporto Internacional de Fortaleza é uma das opções para chegar a Jericoacoara

Entretanto, o valor do transfer via praia é maior. Além disso, o que eles ofererecem “como conhecer oito praias” resume-se a passar de carro rapidamente pela areia.

E ao mesmo tempo, é algo ilegal, pois é proibido o trânsito de carros em vários trechos do litoral.

Nas duas opções o carro utilizado é um 4×4 e dura em torno de sete horas pela praia e em torno de cinco horas pela estrada e já lhe deixa na pousada.

Transfer em carro 4x4 é uma das opções para chegar a Jericoacoara
Transfer em carro 4×4 é uma das opções para chegar a Jericoacoara

Também existe o transfer compartilhado, mas a oferta é escassa e o horário de partida é só quando todos os lugares estão ocupados.

É regra em todo tipo de transfer parar no caminho, geralmente para almoçar ou jantar.

Vale a pena ir de ônibus ou carro?

De ônibus para Jericoacoara: é a opção mais econômica, porém é desconfortável e mais demorada. O percurso pode levar de oito a nove horas.

Em Fortaleza, os ônibus saem do Terminal Rodoviário João Thomé, do Aeroporto Internacional e de alguns pontos na Avenida Beira Mar seguindo até Jijoca. De lá é necessário pegar uma jardineira até Jericoacoara, cujo valor geralmente já está incluso.

De carro próprio ou alugado: também é possível ir de carro, porém não é permitido transitar dentro da vila.

Na vila de Jericoacoara só carros autorizados entram

Sendo assim, o carro fica no estacionamento fora de Jeri. Vale lembrar, que para ir dessa forma é aconselhável um carro 4×4 e um guia para o trecho da praia, pois corre o risco de se perder ou do carro atolar.

Como eu fui? Embarquei em um voo direto da Gol, Salvador/Fortaleza, que durou duas horas. Ao chegar no aeroporto de Fortaleza, o transfer já estava esperando e me deixou na pousada em Jeri. Achei perfeito!

Quanto tempo ficar em Jericoacoara?

Quanto tempo ficar em Jericoacoara? Foto VivaDecora
Quanto tempo ficar em Jericoacoara? Foto VivaDecora

Sempre achei essa questão de tempo muito relativa. Mas, recomendo no mínimo três dias inteiros, no entanto será bastante corrido e provavelmente não dará para aproveitar tudo. 

Em quatro dias, você poderá ficar um dia na praia principal e curtir o pôr do sol, em outros dois dias fazer os passeios do lado oeste e do lado leste. Além disso, dará para fazer o passeio que está bombando nas redes sociais, o Buraco Azul.

Para mim, cinco dias é o ideal, pois dá para fazer todos os passeios e ainda passar um dia inteiro na Lagoa do Paraíso.

Lagoa do Paraíso em Jericoacoara
Lagoa do Paraíso em Jericoacoara

E de fato, vale muito a pena desfrutar um dia todo naquele paraíso, além disso, você tem a chance de jantar cada noite em um restaurante diferente e se encantar com todos.

Hospedagem em Jericoacoara

Existe todo tipo de hospedagem em Jericoacoara. De hostel a resort sofisticado de frente para o mar e flats para alugar.

Juntamente com a inauguração do aeroporto, surgiram novas opções de hospedagem, algumas bastantes luxuosas, cuja arquitetura não harmoniza com o local que possui um DNA rústico.

Sendo assim, a atual rede hoteleira atende desde mochileiros que querem gastar pouco a casais em lua de mel que desejem romantismo e luxo.

Porém, indepedente da acomodação escolhida, a dica coringa é ficar próximo a praia principal e a área central da vila. Dessa forma, você não precisa andar muito até o local do burburinho.

No entanto, se assim como eu, você tem sensibilidade a barulho na hora de dormir, evite se hospedar na praça principal e nas áreas que tem baladas.

Hotel pé na areia nem sempre significa ficar na praia

Em Jericoacoara, todo hotel é pé na areia já que a vila não tem pavimentação, porém nem sempre o hotel é na praia.

Aliás, não entendo porque os sites que vendem hospedagem classificam alguns hotéis de Jeri como pé na areia.

A depender da época do ano, você encontra acomodações simples para um casal entre R$ 150,00 e R$ 200,00. Mas, por um pouco de conforto terá que pagar em torno de R$ 300,00.

No entanto, se você quer total conforto, mas com custo benefício, sugiro as pousadas: Windjeri, Viva Jeri, CasAlice, Villa Água de Coco, Jeri Dunas.

Todavia, se você quer desfrutar do luxo terá que desembolsar uma diária que varia entre R$ 1500,00 a R$ 2000,00 para o casal.

Os locais mais bem avaliados pelo TripAdvisor e Booking e que recomendo são: The Chili Beach Private Resort, Pousada Jeribá, Vila Kalango, Pousada La Vie Jeri, Essenza Hotel, Essenza Dune.

Onde me hospedei? Da última vez me hospedei na Pousada Windjeri. É charmosa, tem uma bela piscina, café da manhã saboroso e fica entre praia e a vila.

Embora desta última eu tenha ficado menos satisfeita. Pois foi criado um anexo para aumentar o número de quartos, porém foi mantido o tamanho das áreas comuns.

Dessa forma, as áreas comuns passaram a não comportar de forma confortável o número de hóspedes quando a pousada está cheia. Mesmo assim, eu indico.

Restaurantes e comidinhas: onde comer em Jericoacora

A gastronomia de Jericoacoara é surpreendente como todo o local. Jeri não deixa a desejar no quesito comida e bebida, e assim como no quesito hospedagem, existe comida para todos os gostos e bolsos.

Dessa forma, a vontade que desperta na gente é de fazer várias refeições ao dia e experimentar as iguarias de cada lugar. Pois é, Jeri acende na gente o pecado da gula.

De fato, é difícil escolher um local e quase impossível dizer que não gostou, mesmo que algum item não tenha agradado.

Além disso, você encontra da mais alta gastronomia até ao famoso prato feito. E acredite, até o prato mais simples, no lugar mais rústico, é saboroso.

Da carne seca a comida vegana

A comida de lá tem todos os ingredientes saborosos do Nordeste, como carne-seca, queijo coalho, tapioca, frutos do mar, mas ao mesmo tempo tem os ingredientes e pratos da alta gastronomia.

Só para exemplificar, tem comida regional, italiana, tailandesa, japonesa, inclusive, a comida vegana, assim como a gigante Disney. Ou seja, em Jeri ninguém corre o risco de ficar de barriga vazia.

Em relação aos preços podem ir de oito a oitenta, porém um detalhe faz a diferença. O valor do prato não varia somente conforme o restaurante, mas também com a localização na vila.

De fato, na Rua São Francisco, existem restaurantes simples que servem prato feito do menu básico, bem servido e com um valor baixo. No entanto, na Rua Principal, o mesmo prato custa um pouco mais.

Já as preparações mais elaboradas e sofisticadas dependem do restaurante e do pedido.

Os restaurantes de Jericoacoara também oferecem pratos mais elaborados
Os restaurantes de Jericoacoara também oferecem pratos mais elaborados

Entretanto nos restaurantes à beira-mar espere gastar mais, o que é habitual em todo lugar do mundo.

Tour gastronômico entre as dunas

Antes de mais nada, Jericoacoara proporciona um passeio gastronômico e visitar um restaurante em Jeri significa se encantar duas vezes. Em primeiro lugar pela decoração e charme dos locais. Depois, pela variedade, cores e sabores inesquecíveis.

Apesar de duas temporadas em Jeri e de considerar a comida um dos prazeres da vida, infelizmente não fui a todos os lugares desejados. Mas confesso que tentei, risos…

Sendo assim, darei dicas de locais que fui e de outros que são bem avaliados na internet.

Locais para refeições: ClubVentos, Tamarindo, Bistrô Caiçara, Na Casa Dela, Romã Jericoacoara, Rústico e Acústico, Dona Amélia, Pimenta Verde, Bistrôgonoff, Naturalmente, Leonardo Da Vinci e Serafim.

Restaurante Tamarindo em Jericoacoara é uma das boas opções para comer

Bares para um drink: Café Jeri (rooftop), The Chili Beach e o SambaRock Café. 

Lanches/sorvete/doces: EAT on the Streets (hamburgueria), Ponto Doce Brigaderia, Gelato & Grano, Casa de Pedra Sorveteria Artesanal, Pastel & Cia Jeri.

No quesito lanche destaco o Shopping Tapioca. Lugar simples, no caminho da Pedra Furada e que tem a melhor torta de banana que já comi na vida, e olha que sou uma formiga!

Dica: não saia de Jeri sem provar a torta de banana da Tia Angelita, pois é um dos tesouros locais.

Jeri será sempre Jeri?

Mesmo com toda mudança provocada pelo turismo de luxo, ainda assim Jericoacoara é um paraíso no meio das dunas. O clima leve, simples e despretensioso permanece no ar e a percepção do tempo lá é bem diferente.

Clima leve e simples em Jericoacoara

Sem dúvida, a vila é um sonho que proporciona boas memórias e passeios divertidos que vão além de praias. Por isso, fiz outro post só para contar tudinho o que fazer em Jericoacoara. Veja aqui.

Vem ser feliz em Jericoacora("Mamis")
Vem ser feliz em Jericoacora (“Mamis”)

E quando digo “ainda” é porque Jericoacoara está na mira e já nas mãos de alguns investidores estrangeiros.

E se continuar nesse ritmo seguirá o mercado de massa de Cancun, que eu também adoro, mas que tem uma outra vibe e proposta.

Vale lembrar, que de acordo com o Governo Federal, Jericoacoara está na lista dos parques nacionais que podem ser privatizados.

E da mesma forma que essa iniciativa representa avanço do turismo, pode implicar na degradação da área, se mal planejada.

Só para exemplificar, alguns estudos já mostram que no último ano, a Duna do Pôr do Sol perdeu quase 5 metros de altura e 1200 metros quadrados de volume.

Então, a principal dica deste post é: se deseja conhecer o paraíso, viaje o quanto antes para Jericoacoara!!

E assim nossa aventura por Jericoacoara chega ao fim…


E aí, você já ouviu falar de Jericoacoara? Já visitou ou tem vontade de ir a Jericoacoara?

Tem alguma dúvida? É só deixar a pergunta nos comentários e se não soubermos a resposta, iremos atrás, viu?

Ah, se tiver outras dicas para compartilhar, vamos adorar! É sempre bom compartilhar informações, pois assim podemos ajudar outras pessoas!

Não se esqueça de deixar o seu like no fim do artigo, pois isso ajuda levar nosso conteúdo até mais pessoas.

O Agarre o Mundo segue com o compromisso de sempre mostrar a “viagem como ela é”.

Portanto, se desejar um roteiro para curtir sua viagem sem nenhum trabalho para organizar, basta contactar com o Blog.

Montamos desde roteiro personalizado e exclusivo conforme o perfil de viajante, até uma viagem completa, incluindo restaurantes, dicas de compras, chip, etc.


Selamos pela qualidade da sua leitura

Optamos por manter o site limpo de propaganda, pois acreditamos na nossa missão de levar um conteúdo de qualidade e não seria justo com o leitor ter várias caixas de distrações. Entretanto, se você quiser colaborar com o site do Agarre o Mundo, pode organizar toda a sua viagem através dos nossos parceiros, e você não gastará nenhum real a mais por isso e ainda ganhará desconto em alguns serviços.

parceiros

Saiba que podemos lhe ajudar em toda a sua viagem, e ainda se desejar um roteiro para curtir sua viagem, sem nenhum trabalho para organizar, basta contactar com o Blog.

Montamos desde roteiro personalizado e exclusivo conforme o perfil do viajante, até uma viagem completa, incluindo restaurantes, dicas de compras, chip, etc.

Beijinhos e até mais



Sandra Hupsel

Baiana, mora em Salvador. Sensível e curiosa, gosta de ler e estudar sobre vários assuntos. Especialista em nutrição clínica e oncológica. Sempre gostou de viajar e após experiências negativas com os pacotes prontos de viagem, passou a organizar suas próprias viagens, de familiares e amigos. "Se faz sentir, faz sentido,"

Veja também

Compartilhe


Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

VOLTAR AO TOPO
error: Content is protected !!