" /> Itacaré com crianças: leia antes de ir - Agarre o Mundo

Itacaré com crianças: leia antes de ir

Itacaré com criança, Tiago fotografando
escrito por Kenia Miranda

Itacaré com crianças: leia antes de ir. Ao sul da Bahia, Itacaré está localizada a 71 km de Ilhéus e reúne muitas belezas naturais.

A saber não é a uma cidade linda, mas é dona de praias maravilhosas. O problema está exatamente em ter donos.

Pois as belas praias estão localizadas dentro de condomínios fechados, e que não permite o ir e vir livremente.

Mesmo que você esteja de carro, saiba que não é possível chegar tão próximo das praias com seu veículo, visto que é necessário realizar longas caminhadas por trilhas, para poder usufruir um pouco mais.

Se eu indico visitar a cidade de Itacaré com filhos pequenos?

Vou lhe falar todos os prós e contras e então, você decide e me conta. Afinal, cada turista tem uma percepção do que é bom ou ruim.

Sabe quando você vai a um lugar e morre de amores por ele? Bem, Itacaré foi um dos lugares que mais me marcou.

Estive na cidade em 2006 com 4 amigas e lhe conto toda a história desta amizade (Amor de Carnaval não dura?) e apesar de encontrar a praia central com um cheiro desagradável e sem beleza, posso afirmar com toda a certeza que não foi essa a imagem que ficou gravada na minha memória.

Praia do centro da cidade de Itacaré
Minha irmã diante da praia central, em 2006

Amei fazer todas as trilhas e passeios, me apaixonei por todas as praias que conheci. Ainda me lembro da sensação que tive ao caminhar por entre a mata e, assim que saí dela, me deparar com o mar mais lindo e azul que já havia visto, até então.

Itacaré
A minha cara de felicidade em 2006

O meu amor pelo local foi tamanho, que sempre dizia, preciso voltar ao paraíso. E assim fiz, retornando em 2020, agora com meu marido, filhos e sócia.

A minha expectativa era grande, pois estaria voltando ali com as pessoas que mais amo na vida.

Obs: infelizmente, catorze anos depois, a praia central continua suja, com odor desagradável e rodeada de “urubus”.

Praias de Itacaré

Se você é da teoria, toda praia é boa para criança, adultos e idosos, então arrume as malas e caia no mundo.

Entretanto, eu sempre viajo com meus filhos, muitas vezes com a minha mãe, já idosa, e para mim, não é bem assim. Praias com muitas ondas, eles não aproveitam tanto o mar, embora não deixem de se divertir na areia.

De fato, acho as praias sem o mínimo de estrutura uma delícia, embora demande um pouco mais de cuidado dos pais, com a “estrutura” que devem carregar: comidas e bebidas, sombreiros, cadeiras, brinquedos, etc.

Tudo bem carregar tanta coisa para muitos pais, mas a vida complica quando para chegar a praia é preciso caminhar bastante, e a criança não aguenta caminhar muito tempo e também quer ser carregada.

Pronto, cheguei ao primeiro ponto “problema” de Itacaré. Como disse, as praias mais bonitas estão longe do centro da cidade, muitas delas em condomínios fechados.

Ou você paga para fazer Day Use ou você faz uma trilha para chegar até o local. Então, vou lhe contar as dificuldades de algumas praias de Itacaré.

Praia da Ribeira

A praia da Ribeira, assim como a sua vizinha, praia da Concha, é bem pequena, onde o mar está de um lado e o rio do outro.

Está longe de ser uma praia linda, mas consegue oferecer um pouco de estrutura, e as crianças se divertem bastante, não no mar, pois é realmente cheio de ondas, mas no rio que deságua no mar.

Rio que desagua no mar, praia da Ribeira, Itacaré.

Geladinho, mas ao mesmo tempo bem rasinho.

O que gosto muito da praia da Ribeira, não é tanto o rio, nem tanto a praia, mas sim, o arvorismo oferecido por uma empresa. Um passeio que é pura diversão com 8 tirolesas e vários níveis de emoção.

Portanto, se você estiver com filhos que gostam de aventura, façam o percurso e depois se refresquem por ali mesmo, seja no rio ou no mar.

Praia de Jeribucaçu

Como falei, as melhores praias não ficam perto da cidade. Para ir até Jeribucaçu, é necessário que você esteja de carro, mas não pense que vai parar tão próximo da areia, já que é necessário fazer uma caminhada até lá de qualquer jeito.

Caso não esteja de carro, terá que contratar um passeio com alguma empresa, mas não se engane, terá que fazer a mesma caminhada.

Carregamento de filhos…

A vista é linda, mas se estiver com filhos pequenos, eles vão certamente caminhar por um tempo, mas vão se cansar e pedir um colinho, quer seja na descida, aí, tudo bem; quer seja na subida, daí haja força.

Tiago nas costas da mamãe na trilha Praia de Jeribucaçu, Itacaré

Quem já leu os posts do Agarre o Mundo, sabe da sinceridade com que falo de tudo, logo, afirmo, o lugar é lindo, mas no outro dia as pernas estarão pedindo descanso.

Então, você pode pensar, não estou com crianças, vale a pena? Depende do que você deseja, se quer uma praia linda… vale!

Praia de Jeribucaçu, Itacaré

Se deseja uma mega infraestrutura…busque outra praia. Existem algumas barracas, mas elas também fazem o mesmo percurso para levar seus produtos até a beira da praia.

Barracas na praia de Jeribucaçu, Itacaré

Portanto, aquela água de coco gelada ou aquela cerveja “trincando” como os apreciadores definem, não vai encontrar, pelo menos não no início do dia.

Entretanto, se você for cedinho, pode aproveitar a vista do caminho, a praia, o rio e ainda, voltar para almoçar e descansar no hotel. Pois tenho certeza que à tarde, com o calor que faz, você só desejará sombra e água fresca.

Atenção: esta trilha pode ser realizada sem nenhum guia, você apenas deve seguir as placas indicativas até o estacionamento pago e “sebo nas canelas.” Eu consegui retornar mesmo tendo uma bifurcação na volta. (risos)

Não é uma trilha difícil, mas como é de terra, quando chove, acaba tendo vários buracos e fica bem escorregadia. Logo, cuidado, principalmente se estiver com alguma criança no colo.

Praia do Arruda

A praia do Arruda fica a 20 minutos (caminhando) da praia de Jeribucaçu e, segundo os locais, valia muito a pena ir, pois a praia possuía belas piscinas naturais.

Contudo, vale perguntar a quem está no caminho contrário e foi assim que fizemos. Perguntamos a várias pessoas, e todas elas recomendaram não irmos, principalmente por estarmos com uma criança pequena.

Mas nada melhor que ver com os próprios olhos, não foram os meus (risos), fiquei numa sombra com o pequeno e a Sandra, enquanto meu marido foi com a Sofia (11 anos).

Caminho até a praia do Arruda, Itacaré

Não posso dizer que é uma praia linda, embora algumas pessoas estivessem, inclusive, aproveitando as piscinas nas pedras. É provável que quando a maré desça, as piscinas fiquem mais bonitas.

Praia do Arruda, Itacaré

Cuidado: deixo esta imagem, para que você lembre da quantidade de pedras existentes nesta praia e não se machuque, mergulhando ou entrando sem saber onde está pisando.

Até porque, se você se machucar nesta praia, terá que percorrer um longo trecho caminhando, depois outro trecho de carro, para só então, chegar a algum posto de atendimento de saúde.

Praia do Arruda, Itacaré

Itacarezinho

Outra praia linda, mas não pode descer de carro até a areia. É necessário deixar o carro na BR e descer uma estradinha bem íngreme. Claro que para descer todo santo ajuda, mas saiba que é bem escorregadia, pois apesar de ser asfaltada no início, depois de um terço da trilha ela passa a ser de pedra.

Trilha até a praia de Itacarezinho, Itacaré

No fim da trilha, em frente à praia tem uma sorveteria e um restaurante, mas ambos estavam fechados para reforma (novembro de 2020). Me pareceu um belo lugar para passar o dia.

Fomos até a praia, mas não demoramos, já que estava perto do horário do almoço e não tinha nem ao menos uma água de coco.

Itacarezinho, itacaré

A saber, a praia também está dentro de uma propriedade particular e não tem nem como os ambulantes se locomoverem de uma praia a outra, pois nas laterais da praia existem rochedos.

ATENÇÃO

Agora se você me perguntar se a vista compensa, responderei que sim.

No entanto, pensando na subida, recomendo que não tenha absolutamente nada para carregar, e filhos pequenos também entram no pacote.

Aliás, aqui faço uma ressalva, como em todos os artigos. Quando um local lhe falar, “é tranquila a trilha”, reavalie a pergunta e a resposta. Pois a pessoa que está falando pode estar acostumada a fazer o percurso e provavelmente, goza da sua melhor forma e idade.

A saber, quando já estávamos retornando, encontramos uma família que estava iniciando a trilha.

Detalhe:

Era uma mãe com duas crianças (3 e 7 anos), o esposo que empurrava um amigo numa cadeira de rodas, que carregava outra criança no colo (2 anos) e uma caixa térmica com bebidas e, talvez, comidas.

Assim que vi, parei e os alertei para que não continuassem e buscassem outra praia. Com toda certeza, a cadeira ficaria com a roda presa em algum momento e não seria fácil removê-la de lá.

Mostrei os vídeos que havia feito e eles resolveram retornar. No fim do trecho, o homem que estava empurrando, já estava colocando os “bofes” para fora. E deve ter me agradecido umas 10 vezes.

Perguntei se o menino que recebe o valor do estacionamento e fica na portaria tinham o orientado a descer, ele me falou que sim, que era tranquilo.

Afirmo, a subida não é fácil, com criança pequena ainda pior, subi com o Tiago nas costas, não que o pai não estivesse disposto a carregá-lo.

Aliás, já o havia carregado metade do caminho, que considerei o mais difícil, pois era mais íngreme e de terra. Mas num dado momento, ele queria mesmo ser carregado pela mamãe.

Ótimo, estou na minha melhor condição física e o carreguei metade do caminho. Mas na família que encontramos, uma das crianças não aguentava mais caminhar e chorou o percurso todo, pois a mãe não conseguia carregá-lo e o pai estava ocupado empurrando a cadeira de rodas.

Até me ofereci para carregar o menino, mas ele não me queria, enfim.

Sempre digo que uma viagem deve ser sempre bem planejada, seja por você ou por outra pessoa. Sempre: Planeje, Pesquise e Pesquise mais uma vez.

Praia de São José

Um lugar lindo, com uma praia bela, que fica dentro de um condomínio, onde se paga para usufruir da estrutura local.

Praia de São José, Itacaré

Tem uma piscina e bastante espaço para as crianças aproveitarem. Alguns caranguejos também aproveitam a piscina de água doce (risos).

A única coisa que não gostei, não foi o fato de cobrarem um valor na entrada, mas as poucas opções oferecidas de alimentos.

E muitas vezes quando se pedia algo apresentado no cardápio, não tinha aquilo naquele dia. Ou seja, no fim do dia, não se foi consumido o valor pago e tão pouco se podia recuperar o dinheiro, então, acabamos consumindo sucos e sucos. (risos).

Esta é uma das poucas e belas praias que se chega bem perto da água com o carro e o melhor, de lá com uma pequena caminhada, se chega à tão desejada Prainha.

Caminho até a Prainha, Itacaré

Mas, atenção! A praia tem também muitas ondas, ou seja, não é aquela praia quase sem ondas como muitas que existem no Brasil, onde as crianças podem brincar tranquilamente.

Prainha

Está empatada em beleza com a praia Havaizinho. Fui até a Prainha em 2006, fazendo a trilha e a imagem da praia ao chegar é realmente fantástica.

Em 2020, optei por não fazer a trilha porque é longa e estava com uma criança de 3 anos que ainda pede muito colo.

Mesmo fazendo o percurso nos ombros do papai, assim que o pequeno se cansou, pediu o colo da mamãe e adormeceu. Ainda bem que já estávamos na Prainha, e ele aproveitou para descansar um pouquinho.

Assim é viajar com filhos pequenos, devemos aprender a caminhar mais lento e parar para um descanso, nem que seja de 10 minutos para recarregar as baterias ao máximo.

Enfim, uma praia praticamente deserta. Sem nenhuma estrutura, ou seja, não é aquela praia que se vai para passar o dia todo, uma pena, pois ela é realmente linda.

Havaizinho

Se você quer ter uma única e maravilhosa imagem das praias de Itacaré, vá conhecer Havaizinho. Não fui em 2020, pois, como expliquei, estava com criança e também precisa fazer uma trilha até o local.

Em 2006, fui até esta praia e, certamente, foi essa imagem que me fez voltar ao local. Foi uma pena não ter feito a mesma trilha com meus filhos.

Assim, tentei falar sobre Itacaré. Repito que, de maneira alguma, a intenção foi falar para que não visite, mas saiba que não é um dos melhores lugares para ir com criança, idosos e pessoas com dificuldade de mobilidade.

Mas, caso esteja na sua melhor forma, adore ondas, principalmente para surfar, vá e se divirta.

Aqui aproveito e faço também uma crítica, pois só recomendam fazer as trilhas de Itacaré com guias.

Em 2006, estávamos em 5 mulheres e fomos entrando trilha a dentro, e assim fomos caminhando sem guia, claro que retornamos no meio do caminho, e quando já estávamos fora da trilha, sofremos uma tentativa de assalto.

Então a crítica é a seguinte: por que não sinalizam as trilhas e oferecem maior segurança para que sejam mais acessíveis a todas as pessoas?

Não estou dizendo que não queria pagar um guia, já que acredito que a economia do lugar deve girar, mas que fique acessível para quem não deseja ou não tem c para isso.

Onde comer em Itacaré

Em Itacaré existe uma rua principal, cheia de restaurantes. Embora tenha lido sobre as inúmeras avaliações de cada um deles, posso afirmar que não encontrei nenhum local que enchesse “meus olhos e minha barriga”. (risos)

Portanto, vou deixar os restaurante que comemos e achamos ok. Já os que não gostamos nem vou citar.

Tem bem na esquina, o Bastante Elefante, que vende vários tipos de sanduíches. Meu marido e minha filha gostaram bastante, achei bem “gordurento” e não consegui terminar de comer, atribuo o “delicioso” deles a fome que tinham. (risos)

Restaurante Bastante Elefante
Foto: @bastanteelefante

Restaurante Mediterrâneo: sinceramente, foi neste restaurante uma das nossas melhores refeições. Um restaurante bem bonitinho que tem, inclusive, música ao vivo.

A nossa melhor surpresa foi o restaurante do hotel onde estávamos (Ecoporan Eco Resort), que servia uma comida saborosa, embora em proporções distintas do mesmo prato, por conta da mudança de chef.

Além destes, comemos no famoso Restaurante Manga Rosa, que tem um ambiente bem charmoso.

Onde se hospedar em Itacaré

Ficamos no Ecoporam Charme e Spa e Eventos: hotel arborizado com ótima localização.

Ecoporan Eco Resort, Itacaré
Foto: @Ecoporan Eco Resort

O restaurante do hotel oferece uma alimentação muito saborosa e com preço justo. Café da manhã com boas opções e tapioca feita na hora, excelente. Gostamos muito da estadia.

Apesar de ter algumas ressalvas: a piscina principal estava em reforma e não estava escrito em nenhum lugar durante a reserva.

Outra coisa, o arvorismo que eles colocam, inclusive como propaganda para atrair clientes ao hotel, só funciona em determinado horário e é pago a parte.

A mesma empresa terceirizada que presta esse serviço no hotel, tem o arvorismo na praia da Ribeira, num percurso bem maior e melhor, então, se desejar fazer arvorismo, vá até a praia da Ribeira.

O hotel oferece toalhas para utilizar na piscina, mas caso deseje trocar, por estar molhada, terá que pagar por isto.

Tem outros dois hotéis que visitamos e agradaram bastante.

Pousada Vila do Dengo: é super bem localizada, próxima à Pituba, centrinho onde vc pode ir a pé. Também é próxima às praias urbanas.

Pousada vila do Dengo
Foto: @viladodengo

Itacaré Eco Resort: se você deseja além de luxo estar em contato com a natureza, certamente vai amar se hospedar neste resort. Aliás se hospedando aqui, você tem livre acesso à praia de São José, que citei acima e à linda Prainha.

Itacaré Eco Resort
Foto: @Itacarecoresortofo

Ainda podemos citar o charmoso e conceituado Barracuda Beach Hotel, que é bem avaliado no site TripAdvisor.


E assim terminamos este artigo sobre Itacaré

Me conte se já visitou o o sul da Bahia? Já conheceu Itacaré?

Aliás, se tiver dicas para compartilhar conosco e com outros leitores, agradecemos. Ah, sugestões e críticas também são bem-vindas!

Se puder deixar o seu like no fim do artigo, agradecemos, pois isso ajuda a levar nosso conteúdo a mais pessoas.

Além disso, se desejar saber mais novidades sobre o Agarre o Mundo é só nos acompanhar através das redes sociais, seja bem-vindo(a).

O Agarre o Mundo segue com o compromisso de sempre mostrar a “viagem como ela é”.


Selamos pela qualidade da sua leitura

Optamos por manter o site limpo de propaganda, pois acreditamos na nossa missão de levar um conteúdo de qualidade e não seria justo com o leitor ter várias caixas de distrações. Entretanto, se você quiser colaborar com o site do Agarre o Mundo, pode organizar toda a sua viagem através dos nossos parceiros, e você não gastará nenhum real a mais por isso e ainda ganhará desconto em alguns serviços.

parceiros

Saiba que podemos lhe ajudar em toda a sua viagem, e ainda se desejar um roteiro para curtir sua viagem, sem nenhum trabalho para organizar, basta contactar com o Blog.

Montamos desde roteiro personalizado e exclusivo conforme o perfil do viajante, até uma viagem completa, incluindo restaurantes, dicas de compras, chip, etc.

Beijinhos e até mais



Kenia Miranda

Brasiliense, sempre disposta a aprender e descobrir o novo, com um apreço enorme por novas culturas e costumes. Apesar de ser formada em Odontologia, está sempre buscando novos caminhos e novos aprendizados. Uma das suas frases preferidas: "Minha alma é muito livre para ficar presa seja lá no que for."

Veja também

Compartilhe


2 comentários em “Itacaré com crianças: leia antes de ir

  1. Kenia,
    Adorei a sua matéria e a sua sinceridade.
    Tenho uma filha de 2 anos e sempre que vou procurar um destino para as férias vejo as mesmas coisas que você.
    Pra mim é importante que as praias sejam calmas e acessíveis.
    Pois carregar uma criança por trilhas não é fácil.
    Me ajudou muito

    1. Tatiane, Bom dia!
      Que bom que gostou. Quando somos sinceros, aumentamos a chance de sermos mais uteis ao outro.
      Na próxima semana, teremos um artigo de Maragogi, para mim, um dos melhores para ir com crianças.
      Qq coisa estou a disposição.
      Beijinhos

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

VOLTAR AO TOPO
error: Content is protected !!