" /> Como é a Cidade Luz sob o olhar de um morador brasileiro? - Agarre o Mundo

Como é a Cidade Luz sob o olhar de um morador brasileiro?

A Cidade Luz sob o olhar de um local brasileiro
escrito por Anibal Bouchet

Como é a Cidade Luz sob o olhar de um morador brasileiro? A primeira vez em Paris, ou na Cidade Luz, é um sonho para todo mundo, aliás, quase todo mundo, pois tem quem discorde, não é?

Mas certamente, Paris vai lhe pegar de jeito na sua primeira visita, seja “para bem” ou “para mal”. Afinal é Paris, a Cidade Luz, um dos destinos mais visitados do mundo!

Bem, eu (Sandra Hupsel) sou suspeita para falar e, quem já leu meu post sobre Paris, viu que foi amor à primeira vista, digo, a primeira visita, risos!

Antes de mais nada, Paris é uma cidade de beleza ímpar, possui seu estilo próprio e muito romantismo, mas também é muito famosa por sua ampla história.

De fato, a Cidade Luz tem destaque na história mundial. Cenário de filmes e berço de grandes pensadores, reis absolutistas, artistas, pintores e cantores, deixa até hoje um grande legado para a humanidade.

Os prédios de estilo Haussmann
Os prédios de estilo Haussmann

Aliás, a Paris que conhecemos é assim devido a Napoleão Bonaparte, responsável por construções como Arco do Triunfo e prédio do Louvre, mas principalmente, graças ao seu sobrinho, o imperador Napoleão III e seu administrador público, Barão de Haussmann.

O desejo de Napoleão III e Haussmann era fazer de Paris uma nova Roma. Assim, ambos foram responsáveis pelo projeto de urbanização e modernização de uma cidade com estrutura medieval, antigas e insalubres construções.

Haussmann, que não tinha formação em arquitetura ou planejamento urbano, definiu as regras arquitetônicas específicas, dando uma homogeneidade às construções de Paris.

A saber, foram destruídas ruas antigas e construídas novas, amplas avenidas, caracterizadas por fileiras de prédios neoclássicos em tons de creme. Tudo de forma alinhada e proporcional.

Dessa maneira, toda Paris tornou-se a Cidade Luz e uma verdadeira obra de arte a céu aberto.

A impactante Cidade Luz

Paris não é só iluminada…É impactante!

Decerto, sua fascinante arquitetura, charmosas ruas e avenidas, além de seus imponentes monumentos, reservam surpresas incríveis e imperdíveis.

Afinal, a cidade, que tem o Rio Sena como um dos seus protagonistas, é multifacetada. Não existe uma só Paris, existem várias. A Paris das artes, da gastronomia, da moda, da boemia, e claro, da fotografia!

Certamente, decifrá-la pode demandar dias, anos, ou talvez, uma vida inteira. 

Rio Sena, um dos protagonista da Cidade Luz

Mas para conhecer a Cidade Luz, além dos filmes, novelas e breves roteiros turísticos, ou seja, o cotidiano de Paris, contamos com a contribuição especial de Aníbal Bouchet, no espaço Novos Olhares.

Então, prepare-se para se apaixonar novamente, ou quem sabe, se apaixonar à primeira vista.

Curiosidade: um dos motivos para reformulação estrutural de Paris, foi uma segunda onda de epidemia de cólera na época.

Tempos depois, o estilo haussmanniano de arquiteura, serviu como inspiração para os responsáveis pelas mudanças tanto em Buenos Aires, quanto no Rio de Janeiro e Nova York.

Sobre Aníbal Bouchet

Sou Anibal Bouchet, tenho 36 anos e trabalho como motorista guia, na empresa França Entre Amigos.

Minha formação é em Sistema de Informação, pela Universidade Presbiteriana Mackenzie, em São Paulo.

Com toda a certeza, sou amante de tecnologia e da família. Sou casado e pai de 4 filhos (Giovanna 15, Isabelle 13, Camille 8 e Pedro de 10 meses).

Entretanto encontrei no turismo um novo prazer.

Aliás, descobrir o turismo foi algo que me encantou e que faço com muito carinho e paixão, guiando os brasileiros para conhecer as belezas que Paris oferece.

Paris é sinônimo de…

Amor à primeira vista!

A Cidade Luz é sinônimo de amor à primeira vista

Aliás, até criei um ditado que sempre falo aos meus clientes: Paris é a cidade que todo ser humano, um dia tem que conhecer.

O que lhe levou a morar na Cidade Luz?

O Amor!

Eu tenho uma filha especial que fazia tratamento na AACD (Associação de Assistência à Criança Deficiente). Mas ela teve alta do tratamento, pois todas as crianças têm um período para receber os cuidados na instituição.

Sendo assim, havia chegado a hora da minha filha ceder a vaga para outra criança.

Neste mesmo período, eu estava pesquisando sobre células-tronco. Então, descobri que em dois países o tratamento era realizado. Entretanto não era um tratamento barato.

Na China, o custo do tratamento era por volta de 70 mil euros, enquanto na Alemanha, 30 mil euros. Mas eu não tinha nenhuma poupança para custear.

Foi então que pensei em largar tudo no Brasil e vir para a França, pois aqui trabalharia e ganharia em euro. Certamente seria mais fácil juntar este dinheiro, ganhando em euro do que em real.

Além disso, metade da minha família já morava na França (mãe, irmã, tia, primo e primas). Dessa maneira, vim parar em Paris.

Paris é uma cidade boa para morar?

Em primeiro lugar, eu particularmente amo Paris, mas é completamente diferente você vir passear e vir morar.

Em segundo lugar, é uma cidade onde você vê tudo funcionando, como segurança, transporte, saúde e educação.

Além disso, os locais não são distantes, então no final do dia, você tem mais tempo com a família, o que acarreta numa excelente qualidade de vida.

Quando mudamos de cidade, estudamos um pouco sobre suas características. Paris superou suas expectativas ou deixou a desejar?

Como respondi na pergunta anterior, certamente uma coisa é você vir morar, outra é você passear.

Mas quando vim morar em Paris, já conhecia bem a cidade e tudo que ela podia me proporcionar.

Entretanto, o que superou as minhas expectativas foi o Sistema de Saúde, pois é bem completo, principalmente para minha filha que é especial.

Qual a característica da Cidade Luz que mais lhe agrada?

Com toda a certeza, a beleza e a facilidade de locomoção utilizando o transporte público.

O que mais foi difícil para se adaptar em Paris?

Sem dúvida, o jeito francês de ser e também, a língua francesa.

Quais as características mais marcantes do povo francês?

A educação! Aliás, uma vez que você começa a conviver com os franceses e entende o jeito deles, você percebe que a educação é muito importante para eles.

O jeito francês de carregar a baguete
O jeito francês de carregar a baguete

Só para exemplificar, o bonjour é algo sempre dito em primeiro lugar. Além disso, a maioria dos franceses são corretos.

Quem visita a Cidade Luz não pode deixar de…

Certamente, sentar em um belo restaurante e assim, degustar o melhor da culinária francesa.

Quem visita a Cidade Luz não pode de deixar de conhecer um bom restaurante

Seus amigos lhe visitarão, como organizaria um roteiro de 3 dias, para que eles aproveitassem ao máximo?

Inegavelmente, uma das coisas que mais gosto de fazer, é recepcionar os amigos aqui em Paris.

E assim, dar dicas para aproveitar melhor essa cidade, que tanto oferece atrações e locais para belíssimas fotos.

Roteiro de 3 dias:
No 1º dia: visitar a Torre Eiffel, caminhar na Champs-Elysées e no final do dia, fazer o passeio no Rio Sena.

Já no 2º dia: começar pelo Museu do Louvre, fazer um piquenique nos Jardins das Tulherias, em seguida, caminhar até a Île de la Cité, que é uma das ilhas do Sena.

E no 3º dia: Dar uma boa volta no bairro de Montmatre, em seguida, passear pelo Quartier Latin.

É caro morar na Cidade Luz? E para o turismo?

De fato, Paris é uma cidade muito cara, tanto para turismo, quanto para moradia.

Comida nos move. Quais especialidades gastronômicas mais se destacam em Paris?

Sem dúvida, toda culinária francesa é fantástica, mas as especialidades gastronômicas que sempre aconselho a experimentar são:

Entrada: Escargot ou Sopa de Cebola.

Prato Principal: Joue de Bouef (Bochecha de Vaca).

Sobremesa: Macarron ou Crème Brûlée.

Hoje é um dia especial, que local levaria seus amigos para jantar?

O mais antigo café de Paris, o Le Procope.

Um ou mais locais para um bom café da manhã e almoço?

Para café da manhã, acho espetacular o Café Angelina, que existe em vários locais, como na Rue de Rivoli, combinando comida e ambiente excelentes.

Além do Les Deux Magots, visto que também é um local excelente e histórico.

Já para o almoço, antes de tudo, depende do que deseja experimentar.

De qualquer forma, sugiro Chez André, Relais de Entrecote, Le Procope e Au Pied de Cochon.

Algum local com refeição saborosa com o valor mais em conta na Cidade Luz?

O Le Procope também. Por certo, uma excelente relação custo x benefício.

Qual a maior dificuldade para uma mãe que gostaria de visitar Paris com seus filhos pequenos?

Certamente as gigantescas filas das atrações.

Que lugar você sugere para badalar à noite?

O bairro Marais pois é um super animado, contudo é frequentado também por homossexuais. Assim, quem for preconceituoso, pode não gostar.

Quais os melhores lugares para fazer compras em Paris?

Rue de Rivoli

Rue de Rivoli, pois têm grandes lojas e muita variedade de produtos.

Indica algum bate e volta partindo de Paris?

A região de Champagne, pois você visitará o local onde se fabrica, a mais célebre das bebidas.

Além de ser o único local do mundo, onde produz o que se pode chamar de champagne.

Existe algum ponto turístico que você não recomendaria e por qual motivo?

Catedral de Saint Denis, localizada no bairro de mesmo nome e que é bem perigoso, principalmente, para quem não está acostumado.

Sempre temos um lugar especial, que vamos com frequência, seja um parque, um café ou qualquer outro lugar. Qual é o seu lugar especial?

Montmartre

Montmatre é o meu bairro preferido de Paris, pois ao mesmo tempo que traz a simplicidade de um bairro boêmio, tem uma característica única e fascinante.

Quais os programas que a Cidade Luz oferece para crianças? Ou não tem?

Passeio de barco no Sena, Torre Eiffel, Jardin da Aclimattation, além de tantos outros jardins da cidade e seus parques.

Carrossel Vídeo: França Entre Amigos

O que mais você sente falta do Brasil?

A alegria estampada na cara das pessoas, mesmo em momentos de dificuldade.

Na sua opinião qual é a melhor região para se hospedar na Cidade Luz?

Com toda a certeza, existem duas localizações que se você tiver disposição para caminhar, visitará muitas atrações sem necessidade dos meios de transporte.

A primeira delas é a Saint-Germain-des-Prés, onde você poderá escolher de acordo com as suas necessidades e bolso. Sugestões: Hotel Lutetia, um 5 estrelas que respira luxo. O Holiday Inn Paris Notre Dame, que por ser de rede não desce o seu padrão de qualidade, assim é tão charmoso quanto muitos hotéis 5 estrelas. O Hotel de L’Universite, que apesar de ser um hotel 3 estrelas está muito bem localizado entre Saint Germain e Quartier Latin e há alguns minutos da Rue de Rivoli e do Louvre. Mesmo perto de vários bares e restaurantes fica numa rua bem tranquila.

E a segunda é a região do Marais, O hotel Sinner Paris, também uma experiência em sua hospedagem, com um conceito de design único e bem teatral, imersa e uma experiência única. Já o La Chambre du Marais é um lindo hotel boutique com ambiente maravilhoso e que traz uma sensação mais íntima.


E assim desvendamos a Cidade Luz na visão de um brasileiro local

Então, você já foi para a Cidade Luz? Se foi, gostou? Teve a mesma impressão que o Aníbal?

Se não conhece, tem ou ficou com vontade de visitar? Será que conseguimos despertar o seu interesse para conhecer essa cidade surpreendente?

Aliás, se tiver dicas para compartilhar conosco e com outros leitores, agradecemos. Ah, sugestões e críticas também são bem-vindas!

Se você gostou das dicas, confira também as informações dadas por brasileiros que vivem em outras cidades. Leia sobre: Turquia, Orlando, Boston, Madrid, Antuérpia, entre outras.

Se puder deixar o seu like no fim do artigo, agradecemos, pois isso ajuda a levar nosso conteúdo a mais pessoas.

Além disso, se desejar saber mais novidades sobre o Agarre o Mundo é só nos acompanhar através das redes sociais, seja bem-vindo(a).


Selamos pela qualidade da sua leitura

Optamos por manter o site limpo de propaganda, pois acreditamos na nossa missão de levar um conteúdo de qualidade e não seria justo com o leitor ter várias caixas de distrações. Entretanto, se você quiser colaborar com o site do Agarre o Mundo, pode organizar toda a sua viagem através dos nossos parceiros, e você não gastará nenhum real a mais por isso e ainda ganhará desconto em alguns serviços.

parceiros

Saiba que podemos lhe ajudar em toda a sua viagem, e ainda se desejar um roteiro para curtir sua viagem, sem nenhum trabalho para organizar, basta contactar com o Blog.

Montamos desde roteiro personalizado e exclusivo conforme o perfil do viajante, até uma viagem completa, incluindo restaurantes, dicas de compras, chip, etc.

Beijinhos e até mais



Anibal Bouchet

Formado em Sistema de Informação pela Universidade Presbiteriana Mackenzie de São Paulo. Aníbal hoje vive em Paris com a família e trabalha como motorista guia, na empresa França Entre Amigos. Uma empresa especializada em receptivo na França.

Veja também

Compartilhe


2 comentários em “Como é a Cidade Luz sob o olhar de um morador brasileiro?

  1. Meus Parabéns! Ao trabalho de vcs e cada detalhe que tem mostrado pois desperta a curiosidade, sem falar no encanto da cidade,que nos transmite tranquilidade e segurança.

    1. Ola Leidyanna, tudo bem? Gratidão pelo retorno. Também é muito bom saber, que você gostou do texto. Nossa intenção, além de dicas, é despertar o interesse das pessoas para agarrar o mundo!! E lhe digo, o que Aníbal mostrou foi exatamente o que eu vi e senti em Paris, quando fui em 2019, pela primeira vez. A cidade é mágica. E como ele disse, todo mundo tem que ir a Paris um dia!!! Beijoooooo

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

VOLTAR AO TOPO
error: Content is protected !!