" /> Cidade do México: surpreenda-se com o inesperado - Agarre o Mundo

Cidade do México: surpreenda-se com o inesperado

Larissa, @lari_vieirap vestida para o dia dos mortos.
escrito por Larissa Vieira

Cidade do México: espere pelo inesperado e surpreenda-se! Por certo, quando se pensa em viajar para o México, talvez os lugares lembrados sejam os litorâneos, como Cancun ou Cozumel. Entretanto, saiba que o México é muito mais que isso.

É impressionante as infinitas possibilidades que a Cidade do México proporciona. De fato, muitas vezes ouvimos palavras desencorajadoras sobre a escolha desse destino. Mas nem tudo é o que parece ou o que dizem ser!

Claro que existem pontos desfavoráveis, mas nada que seja superior ao seu esplendor.

A Cidade do México, capital mexicana, é uma das cidades mais antigas da América do Norte, além de ser, uma das maiores cidades do mundo. Aliás, é um importante centro econômico, educacional e cultural.

Sem dúvida, a capital respira história e arte, onde você pode mergulhar pelo mundo de Frida Kahlo, pintora mexicana, e conhecer detalhes do Império Asteca e muito mais, em apenas uma cidade.

Museo Frida, Cidade do México
Museo Frida, Cidade do México Foto: @lari_vieirap

Um pouco de História

A Cidade do México foi, literalmente, construída sobre outra cidade, Tenochtitlán, capital do Império Asteca.

Cidade do México
Monumento Niños Héroes Foto: @lari_vieirap

A saber, no século XIV, os astecas fundaram uma cidade no local e a chamaram de Tenochtitlán, onde criaram um imenso império.

Entretanto, no ano de 1521, o espanhol Fernão Cortés e suas tropas destruíram Tenochtitlán, construindo uma nova cidade espanhola. Com isso, os templos astecas foram substituídos por igrejas, escolas de jesuítas e prédios administrativos.

Em 1821, o México tornou-se um país independente, mas somente anos depois, que a Cidade do México passou a ser a capital e foi palco da Revolução Mexicana, já no século XX.

Após o fim dos conflitos, entrou em processo de desenvolvimento, mas um forte terremoto destruiu boa parte da cidade em 1985. Contudo, recuperou-se e no início do século XXI, foi uma das metrópoles de crescimento mais rápido no mundo.

Cidade do México
Rua da Cidade do México Foto: @lari_vieirap

Em síntese, os astecas descobriram e deram à cidade sua cultura e patrimônio, enquanto os espanhóis, conquistaram e reinventaram a cidade latina.

Curiosidade

Uma das festas mais populares é o Dia dos Mortos, de tal forma que a festividade foi considerada pela UNESCO, Patrimônio Oral e Imaterial da Humanidade.

Para os mexicanos, a morte representa libertação. Além disso, ao contrário do luto e da tristeza, acreditam que o pior que pode acontecer a alguém que morre, é cair no esquecimento.

Festa do dia dos mortos. Cidade do México
Foto: @lari_vieirap

Nesta festa, comemorada entre os dias 31 de outubro e 2 de novembro, os esqueletos são venerados, inclusive você encontra por todo México, souvenirs, ornamentações e doces com variados tipos de “esqueleto”.

Dessa maneira, os mexicanos mantém viva a memória dos entes queridos.

Mas se você quiser saber mais sobre esta festa, sugiro assistir o filme da Disney, “Coco” ou “Viva – A Vida é uma Festa” (nome do filme do Brasil), que aliás, deixa uma linda mensagem.

Então, seja bem-vindo a cidade mais antiga do hemisfério ocidental, com a brasileira Larissa Vieira, @lari_vieirap, uma paulista que vive na Cidade do México desde 2016.

Sobre Larissa Vieira

Engenheira de formação, com uma vontade imensa de conhecer o mundo e aprender sobre novas culturas.

@Lari_vieirap na Cidade do México

Assim, esse combo fez com que eu decidisse trabalhar na área de consultoria estratégica, e acabei optando por entrar em uma empresa mexicana.

O caminho me levou a conhecer diferentes cidades da América Latina, de tal forma que viajei muito para realizar projetos, sendo um deles na Cidade do México… e foi amor à primeira vista!

Aprendi nessa troca de cultura o quanto a nossa cultura latina é linda e ao mesmo tempo, o quanto não damos o valor que ela merece!

Por isso me encanta desmistificar os estereótipos sobre a vida mexicana, incentivar as pessoas a desbravarem esse mundo, absorvendo mais e mais cultura!

Cidade do México
Cidade do México Foto: @lari_vieirap

Sendo assim, se desejar alguma dica sobre o México ou tiver alguma dúvida que vai além deste artigo, sem dúvida, pode me procurar no IG como @lari_vieirap que batemos um papo!

A cidade do México é sinônimo de…

Diversidade de opções, combinada com história e cultura.

O que lhe levou a morar na Cidade do México?

Cheguei a Cidade do México através de uma proposta de emprego, pois trabalho em uma firma de consultoria estratégica e estava no escritório de São Paulo.

Depois de algumas semanas assignada em um projeto no México, fizeram uma proposta para viver no México.

A Cidade do México é um lugar enorme como São Paulo, diversas opções de restaurantes e entretenimento, além disso, tem muita história que vem desde os povos pré-hispânicos.

Larissa, @lari_vieirap, na Cidade do México
Larissa, @lari_vieirap, na Cidade do México

Então, me aventurei em conhecer um pouco mais dessa cultura e já estou a quase 5 anos aqui.

Cidade do México é uma boa cidade para morar?

Como qualquer cidade do mundo, a Cidade do México tem seus pontos positivos e negativos.

Portanto, adoro a quantidade de opções que tenho (parques, restaurantes, centros comerciais, museus, etc) e acho o povo super receptivo.

Bosque de Chapultepec
Lago do Bosque de Chapultepec Foto: @lari_vieirap

Cheguei sozinha, mas mesmo assim, sempre me senti acolhida. Acho que a contra partida, vem com as questões tradicionais que temos que desenvolver na América Latina, principalmente na segurança.

Obviamente que não é uma guerrilha a céu aberto, assim como aparece no cinema, ao contrário e bem longe disso.

Mas, como no Brasil, você tem que tomar cuidado com as suas coisas e não ir para qualquer lado da cidade sem conhecimento prévio.

Assim, conversar com um morador local antes de se aventurar, é uma ótima opção.

Como é o clima?

Em relação ao clima, foi uma surpresa, pois pensava que todo o país era super quente. Mas a Cidade do México está a mais de 2.000 metros de altitude, então, é mais fresquinha!

Amanhecer no Parque La Mexicana
Amanhecer no Parque La Mexicana Foto: @lari_vieirap

De fato, dá um pouco de saudades do verão brasileiro, mas nada que uma ida a praia não ajude a tirar os vestidos curtos do armário.

Quando mudamos de cidade, estudamos um pouco sobre suas características. Cidade do México superou as suas expectativas ou deixou a desejar?

Vou ser sincera e dizer que cheguei aqui sem conhecimento prévio. Como vim para fazer um projeto, pensei que minha permanência ia durar semanas, então vim na cara e na coragem mesmo.

Mas quando cheguei aqui me surpreendi. Pois é uma cidade muito bonita, que transpira história e eles possuem um orgulho muito forte por tudo que construíram, e como disse, me apaixonei!

Passei no início, por uma fase de grande aprendizado em relação a valorizar mais a cultura latina, que é extremamente rica e inspiradora.

Parque la Mexicana
Larissa com a filha, parque la Mexicana

Qual a característica da Cidade do México que mais lhe agrada?

O mix de modernidade com história me encanta. Só para ilustrar, posso ir para o Zócalo, centro da cidade, ver a Catedral, que os espanhóis construíram no período colonial, convivendo em harmonia com as ruínas astecas.

Catedral Zocalo, Cidade do México
Catedral Zocalo, Cidade do México Foto: @laro_vieirap

Então, depois, pegar um Uber e chegar em Polanco, para jantar em um restaurante com estrelas Michelin.

O que mais foi difícil para se adaptar na Cidade do México?

Com toda a certeza, o machismo é uma dificuldade para uma mulher no México e os números não transmitem positividade.

Só para exemplificar, o México é um dos piores países da América Latina em participação feminina no mercado de trabalho (47%) e com um gap de 35 por pessoa em relação a taxa de participação masculina.

Sem contar, que a licença-maternidade é de apenas 84 dias, aliás, aqui chamam esse período de “incapacidad”.

Ah, se eles soubessem do que uma mulher é capaz, com toda a certeza, esse nome seria “período da mulher maravilha”.
Larissa no seu período de "mulher maravilha"
Larissa no seu período de “mulher maravilha”

Talvez, seja reflexo de uma sociedade que considero mais conservadora que a do Brasil.

Por exemplo, aqui o sonho do casamento seguido da maternidade em casa, ainda faz parte da “obrigação” de muitas famílias. Não que isso esteja errado, pois cada uma precisa ter a liberdade de fazer o que quiser.

Particularmente, perdi as contas de quantas pessoas aqui me perguntaram se não ia deixar de trabalhar depois que engravidei, ou se espantavam com o fato de ter uma filha não estando oficialmente casada.

Larissa e a família na cidade do México
Larissa e a família na cidade do México

Óbvio que no Brasil isso também passa, entretanto sinto que em uma proporção menor que aqui.

Mas ainda que a estatística jogue contra, os movimentos das mulheres mexicanas brilham a favor!

Esse sentimento feminista desponta cada vez mais forte. De tal forma que neste último 8 de março, mais de 80 mil mulheres fizeram suas vozes ecoarem pelo centro da Cidade do México, em um único grito contra a violência de gênero e os feminicídios.

União das mulheres em busca dos seus direitos.
União das mulheres em busca dos seus direitos.

Seguido de um 9 de março, no qual grande parte das mulheres se uniram em uma greve nacional e assim, mostraram que sem nós, mulheres, o mundo para.

Quais as características mais marcantes do povo da Cidade do México?

O povo mexicano é muito acolhedor, só para ilustrar, quando cheguei, não falava nada de espanhol, e mesmo sem ter aulas, eles foram pouco a pouco me ensinando cada palavra e regras da gramática.

Além disso, a cada fim de semana, me levavam para conhecer algum lugar diferente e ajudaram com tudo que precisava para minha mudança.

Em resumo, em menos de 1 ano, já tinha uma rede de amigos aqui no México, tão especial quanto a que tinha deixado depois dos meus 27 anos no Brasil.

Desfile día dos muertos, Cidade do méxico
Altares para o dia dos mortos Foto: @lari_vieirap

Existe algo especial que o turista não deva fazer?

Se chamarem você para um aniversário, saiba que ir de camiseta e tênis não é uma opção, então, pode tirar o vestido bonito ou a camisa do armário, porque as reuniões pedem roupas mais sociais.

Mas isso é algo que você se acostuma com o tempo, e eles também são compreensíveis com o estrangeiro novo no pedaço.

Quem vai à Cidade do México a passeio não pode deixar de…

Bosque de Chapultepec

Conhecer o Bosque de Chapultepec, pois é o maior parque urbano da América Latina.

Bosque de Chaputepec
Bosque de Chapultepec

Só para ilustrar, na área você encontra zoológico, lagos, restaurantes, museus, atividades para crianças, espaços esportivos e até um castelo antigo (Castillo de Chapultepec), com um museu que conta a história do México, no qual você pode apreciar pinturas de grandes nomes, como Diego Rivera.

Museu Nacional de Antropologia

Ao lado do Bosque de Chapultepec, tem um dos museus mais importantes da América Latina, ou seja, o Museu Nacional de Antropologia.

Bosque de Chapultepec
Bosque de Chapultepec Foto: @lari_vieirap

A saber, atualmente conta com 22 salas de exposições permanentes, 2 salas de exposições temporárias e 3 auditórios.

Foi concebido para abrigar e expor o legado arqueológico dos povos mesoamericanos, assim como, representar a atual diversidade étnica do país.

Portanto, se você gosta de história e museus, pode passar dias desfrutando desse lugar!

Zócalo

É o centro da cidade, onde você conhecerá a história de diferentes séculos.

Nesta região, encontra-se a Catedral Metropolitana da Cidade do México, construída ao longo de três séculos.

Ainda na região da Catedral, estão o Palácio Nacional, sede do Poder Executivo mexicano, a antiga Prefeitura e o Prédio do Governo, ambos atuais sedes do governo da cidade, e o Portal de Mercaderes.

Cidade do México
Secretaría De Educación Pública (Edificio Anexo) Foto: @lari-vieirap

Além disso, você encontra as ruínas pré-hispânicas no Templo Mayor de México-Tenochtitlán, atualmente, um museu.

Museu Templo Mayor. Foto: lari_vieirap

Aliás, relativamente próximo, está o Palácio de Bellas Artes, recinto cultural da cidade e uma das casas de ópera mais renomadas do mundo.  

Palácio das Belas Artes
Palácio de Bellas Artes Foto: @lari_vieirap

É caro morar na Cidade do México?

Vou fazer a comparação considerando Cidade do México versus São Paulo, pois é o que tenho mais conhecimento e nesse placar, o México vai ganhando de goleada! risos.

De fato, o custo de vida aqui é realmente mais barato que em São Paulo e na maioria dos produtos.

Sempre rola os “pedidinhos” de amigos e familiares para levar produtos da Apple, MAC, Samsung e etc, quando vou para o Brasil, afinal, geralmente custam 40% menos.

E sempre quando meus amigos mexicanos vão para São Paulo, ficam chocados com os preços no shopping, principalmente, com o valor para comprar um carro “brazuca”!

Claro que os preços comparativos mudam muito: por exemplo, quando o Trump ganhou as eleições, o peso mexicano se desvalorizou terrivelmente. Então, o momento econômico é um ponto a se considerar.

Curiosidades

Cidade do México
Vista da Cidade do México Foto: @lari_vieirap

Se compararmos de maneira interna, o México é o 4º país mais barato da América Latina (por exemplo, uma passagem de ônibus custa cerca de 1 real), porém têm algumas curiosidades:

  • A parte de serviço de beleza, ou seja, unhas, cabelo e etc é mais caro. Elas não têm o mesmo costume que a gente de fazer a unha toda semana, então o preço é mais elevado para compensar a frequência, assim, você tem que se adaptar a uma mudança de costumes em relação a sua vida financeira aplicada na beleza.
  • Aqui não é comum que uma empresa pague um plano de saúde completo como no Brasil: geralmente os planos tem cobertura para gastos maiores (ou seja, cirurgias) e toda a parte de exames e consultas, fica por sua conta. Claro que existe um sistema de saúde pública que oferece serviços gratuitos, mas não se compara ao serviço privado.

Existe pedágio dentro da cidade. Ou seja, se você quer ir de um lugar a outro na Cidade do México, mas deseja um caminho mais curto, é possível que tenha que desembolsar uns “pesinhos”.

Para “turistar” acho que são boas notícias! No entanto, para viver, considere que o salário mínimo é equivalente a 199 dólares por mês, ou seja, um dos mais baixos da América Latina.

Portanto, é bom avaliar onde você vai gastar esse dinheiro: dentro do México ou fora, para ver se a oportunidade vale a pena ou não.

Comida nos move. Quais especialidades gastronômicas mais se destacam na Cidade do México?

Pensou em comida mexicana e veio na cabeça um burrito? Pensou errado! Essa comida se chama “texmex” e nada tem a ver com que se come diariamente no México.

Sem dúvida, a comida mexicana é deliciosa e raramente se encontra algo parecido fora do país! Tortillas, chiles recheados, entretanto, o mais famoso mesmo é o Chile en Nogada, que é um prato típico do mês de setembro para comemorar as festas pátrias.

Além disso, ainda têm as carnes de diferentes tipos, grilos e ovos de formiga (sim, são uma delícia), quesadillas com flor de abóbora e flor de hibisco.

Restaurante Corazon de Maguey
Flor de abóbora Foto: @lari_vieirap

Mas confesso que tive meu período de adaptação. Já que eu não sou fã de comida apimentada, e aqui quase tudo tem pimenta, até no doce! risos.

Salada com chapulines - grilos.
Salada com chapulines – grilos Foto: @lari_vieirap

E às vezes eles não entendem quando você pede algo “que no pica” em um restaurante, pois eles acham que falta sabor!

Então, eu sempre deixava claro que era estrangeira e pedia compaixão. Mas também, pouco a pouco fui me acostumando com o sabor, sabendo identificar o que “pica rico” para incluir no meu menu.

Hoje é um dia especial, que local nos levaria para jantar na Cidade do México?

Tudo depende do gosto do freguês! Ou seja, se é uma pessoa que gosta de modernidade, levaria ao restaurante de comida mexicana, o Pujol.

Renomado com sua estrela Michelin, é o primeiro restaurante do Chef Enrique Olvera e nomeado pelo Wall Street Journal, o melhor da Cidade do México.

Pujol, Cidade do México
Restaurante Pujol, Cidade do México Foto: @pujolrestaurant

Entretanto, se quer um jantar mais agitado, Villa Maria é uma opção de comida mexicana saborosa, com acompanhamento de mariachis para ditar o ritmo da noite.

Nota da editora: Mariachi tem dois significados. É um gênero musical popular do México, mas também é o nome dado aos grupos musicais que interpretam e fazem espetáculos do gênero.

Um ou mais locais para um bom café da manhã e almoço na sua cidade ou em alguma região próxima?

Um bom lugar para café da manhã/brunch se chama Eno, com 5 filiais espalhadas pela cidade.

Restaurante acessível, do chef Enrique Olvera, que é famoso pelos pratos elaborados com ingredientes locais e baseados em receitas tradicionais mexicanas.

Outra boa opção que segue o mesmo estilo, chama-se Ojo de Água, embora eu particularmente, prefira a filial do bairro la Condesa.

Para almoçar, existe a zona sul da cidade, a Coyoacán, famosa pelas ruas de paralelepípedos e pela arquitetura colonial.

Coyaocán
Museu Frida Kahlo em Coyoacán Foto: @lari_vieirap

A praça central está rodeada de restaurantes mexicanos, sem dúvida, um mais gostoso que o outro, e com uma vista relaxante da fonte.

Depois do almoço, na mesma praça você pode encontrar diferentes opções de sorveterias, churros e cafés.

Os restaurantes de comidas típicas com um valor mais em conta, se chama “cantina”, cujo mais famoso é o Tenampa, que fica na praça Garibaldi.

Tenampa, Cidade do México
Tenampa Foto: @lari_vieirap

Qual a maior dificuldade para uma mãe que visita a Cidade do México com seus filhos pequenos?

“Olhe por onde pisa” é uma frase que retrata a realidade das calçadas do México. Na verdade, não tinha prestado muita atenção no estado das calçadas, até começar a levar minha filha para passear de carrinho.

Às vezes, tem até travessias sem semáforo e você tem que se aventurar na correria. Esse foi um tema que me fez optar por usar ubers em trajetos curtos.

Além disso, o fator de segurança também é primordial. Sendo assim, não deixe seus filhos desacompanhados e ande de mãos dadas.

Na sua opinião qual é a melhor região para hospedagem na Cidade do México e por qual motivo?

As regiões de Polanco, Condesa e Roma são muito indicadas! Nessas zonas você encontra tudo, ou seja, centros comerciais, restaurantes, baladas, mercados, museus, etc. Em Polanco: Barceló México Reforma; em Condesa, a Casa DECU, possui uma excelente localização, bem próximo da Avenida Amsterdam, a rua mais charmosa da cidade, com seus cafés, restaurantes e bares, além da pista para caminhada bem no meio das árvores.

Condesa, Cidade do México
Ruas da Cdmx Foto: @lari_vieirap

Que lugar você sugere para badalar à noite?

A zona de Polanquito é super agitada à noite. Você encontra diferentes opções de restaurantes, bares e baladas.

Se não estiver chovendo, é comum ver as mesinhas dos restaurantes e bares na rua, a zona transpira a energia da balada.

Como opção de bares, recomendo o Gin Gin, Scotch e Limantour.

E para baladas, Barezzito, Joy e La Santa.

Quais os melhores lugares para fazer compras na Cidade do México?

A Cidade do México é cheia de centros comerciais e os preços comparáveis com o Brasil, com toda a certeza, compensam as horas gastas nesta finalidade.

A avenida Masaryk, em Polanco, é um shopping a céu aberto que tem lojas de todos os estilos, desde grifes a lojas tradicionais. É ótimo para caminhar, conhecer a cidade e comprar ao mesmo tempo.

Avenida Masaryk
Avenida Masaryk. Foto: @lari_vieirap

O centro comercial de Santa Fé, que fica no bairro de mesmo nome, é um shopping gigante. Por isso, conta com ampla opção de lojas, além de vários restaurantes, boliche, cinema e pista de patinação.

Ao sul da cidade, também tem o centro comercial Artz de Pedregal, que é um shopping aberto, assim, você aproveita a luz do dia enquanto caminha.

Além disso, também conta com várias opções de restaurantes e um jardim na parte superior, no qual às vezes, fazem aulas de esportes e yoga.

Indica algum bate e volta partindo da Cidade do México?

Existem várias opções de destinos próximos da Cidade do México, a grande maioria, é o que eles chamam de “Pueblo Mágico”.

Já que a praia mais próxima é Acapulco e fica a 5h de distância, vou me concentrar em 3 destinos que ficam, no máximo, a 2h de distância.

Valle de Bravo:

É um “pueblo mágico” a cerca de 156 quilômetros da capital, onde você encontra lago, montanha, parque natural, esportes radicais, bicicleta e até, um templo budista.

Sem contar que é famosa pela gastronomia, em especial, a alcachofra recheada com molho de queijos.

Teotihuacan:

Zona arqueológica mais próxima da Cidade do México, onde você pode encontrar as famosas pirâmides do Sol e da Lua. Passeio de caminhada, recheado de história e muita energia!

Puebla:

Com mostras importantes de arquitetura civil e colonial, o centro histórico da cidade é considerado Patrimônio da Humanidade pela UNESCO.

Puebla
Puebla

Você também pode aproveitar a viagem e conhecer a cidade de Cholula, onde o Santuário de Nossa Senhora dos Remédios coroa a Grande Pirâmide de Cholula, a 10 quilômetros de Puebla.

Cidade do México é uma cidade segura para morar e passear? Existe algum ponto turístico que você não recomendaria e por qual motivo?

Acho que a parte da segurança é uma das grandes áreas de oportunidade em nosso ambiente latino.

Se você for “turistar” pela Cidade do México, é uma zona comparável a São Paulo, caso você conheça a cidade, ou seja, a mentalidade de “mais vale prevenir do que remediar”!

Assim, não é legal andar por aí com a carteira a mostra, deixar celular e bolsa sem vigiar, andar por zonas centrais sozinho. Perguntar para um local quais são as áreas menos seguras, também ajuda.

O mais complicado aqui são as disputas de narcos em outros estados. Embora tenha períodos de altos e baixos, vale ter a sensibilidade de residentes para esse tema.

Pois são importantes para se mover nas estradas e saber se você tem que tomar algum cuidado adicional.

De qualquer maneira, acho importante esclarecer que a vida aqui está longe da violência retratada nos filmes americanos. Óbvio que é algo que necessita melhorar, mas não é o caos do cinema!

Sempre temos um lugar especial, que vamos com frequência, seja um parque, um café ou qualquer outro lugar. Qual é o seu lugar especial na Cidade do México? E por que é especial?

Para mim um lugar especial é o Parque La Mexicana, que fica em Santa Fé. Morei por muitos anos nessa zona da cidade e vi o parque sendo construído desde zero.

De tal forma, que é um lugar onde posso relaxar, caminhar, fazer exercício, comer, levar minha filha para brincar ou então, ir só para ter um tempinho para mim.

Tem até sessão de cinema a céu aberto para curtir a vista das estrelas.

Parque La Mexicana Foto: @lari_vieirap

Quais os programas que a Cidade do México oferece para crianças? Ou não tem?

Acho que um dos lugares mais emblemáticos para crianças é o Papalote – Museo del Niño.

Muy pronto en Papalote

O museu está focado no aprendizado, comunicação e trabalho conjunto, através de exposições interativas de ciência, tecnologia e arte para crianças.

Essa atração faz parte do conjunto de Chapultepec, que também oferece zoológico, barquinhos para andar no lago, museu de história natural, jardim botânico e parques de diversão.

Museu de niño
Lojinhas para criança no Bosque de Chapultepec Foto: @lari_vieirap

O que mais você sente falta do Brasil?

Nada se compara com a saudade que sinto da minha família e dos amigos. Ainda mais, porque a distância é grande, o voo é demorado e a passagem não é barata.

E esse combo faz com que não seja viável ir para o Brasil muitas vezes ao ano.


Quer ouvir um pouco do que se toca na Cidade do México?

Acreditamos que todo país tem a sua trilha sonora, assim, adoramos ouvir as músicas locais.

Então, deixamos aqui uma playlist toda especial criada pela querida @lari_vieirap.

Para escutar, basta clicar aqui.


E assim terminamos o post sobre a Cidade do México

Você já esteve na Cidade do México? Se não, tem vontade conhecer?

Com toda a certeza, Larissa conseguiu mostrar a Cidade do México de uma forma tão maravilhosa, que provavelmente você, assim como eu, sentiu vontade de conhecer esse lugar incrível.

Mas se você já visitou e tem dicas para compartilhar com nossos leitores, agradecemos. Ah, sugestões e críticas também são bem-vindas!

E se gostou das dicas, confira também os artigos de brasileiros que vivem em outros cidades como Turquia, Orlando, Boston, Madrid e Antuérpia, entre outras.

Se puder deixar o seu like no fim do artigo, agradecemos, pois isso ajuda a levar nosso conteúdo a mais pessoas e principalmente, saberemos que você gostou do que leu.

Além disso, se desejar saber mais novidades sobre o Agarre o Mundo, é só acompanhar através das redes sociais, seja bem-vindo(a).


Selamos pela qualidade da sua leitura

Optamos por manter o site limpo de propaganda, pois acreditamos na nossa missão de levar um conteúdo de qualidade e não seria justo com o leitor ter várias caixas de distrações. Entretanto, se você quiser colaborar com o site do Agarre o Mundo, pode organizar toda a sua viagem através dos nossos parceiros, e você não gastará nenhum real a mais por isso e ainda ganhará desconto em alguns serviços.

parceiros

Saiba que podemos lhe ajudar em toda a sua viagem, e ainda se desejar um roteiro para curtir sua viagem, sem nenhum trabalho para organizar, basta contactar com o Blog.

Montamos desde roteiro personalizado e exclusivo conforme o perfil do viajante, até uma viagem completa, incluindo restaurantes, dicas de compras, chip, etc.

Beijinhos e até mais



Larissa Vieira

Engenheira de formação, com uma vontade imensa de conhecer o mundo e aprender sobre novas culturas, acabou conhecendo várias cidades da América Latina, inclusive a Cidade do México, onde vive atualmente.

Veja também

Compartilhe


Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

VOLTAR AO TOPO
error: Content is protected !!